<
>

Ex-Corinthians lembra como era Bruno Fernandes, astro do Manchester United, antes da fama: 'Abusado desde moleque'

play
Bruno Fernandes brinca com a filha, fala até 'olé' e criança não gosta (0:27)

Jogador do Manchester United aproveita a quarentena para ter mais contato com a filha (0:27)

Bruno Fernandes é a grande sensação do Manchester United na atual temporada. Desde que chegou aos Red Devils, o português ainda não foi derrotado na Premier League (seis vitórias e três empates). Em nove partidas, o meia já fez seis gols e deu outras cinco assistências.

Apesar de todo o sucesso, o jogador não teve passagem pela base das grandes equipes portuguesas. Ele começou no modesto Boavista e passou pelo Pasteleira antes de se transferir para o pequeno Novara-ITA, pelo qual estreou na temporada 2012/13.

Um ano depois, foi contratado pela Udinese-ITA.

“Ele ficava muito com o nosso grupo porque tínhamos uns oito brasileiros no elenco. Ele era fã do Ronaldinho Gáucho, mas quem não era?”, contou Guilherme Torres, que jogou na Udinese, ao ESPN.com.br.

Campeão do Paulistão e da Recopa Sul-Americana pelo Corinthians, o brasileiro diz que o português não tinha medo de errar, mesmo tendo apenas 18 anos quando começou a atuar.

“Como jogador, já dava para ver que ele tinha algo diferente. Era muito jovem naquela época, mas dava pra ver que tinha um talento puro. Faltava só uma questão de tempo para evoluir”, disse.

“Ele já batia muito bem na bola e tinha muita personalidade. Era um moleque ‘folgado’ e até muito abusado, mas no bom sentido. Não no sentido de ser ‘mala’. Ele tentava fazer as coisas dentro de campo. Sempre foi um grande jogador”, recordou.

Na equipe italiana, Bruno jogava mais como armador, avançado ou até mesmo como terceiro homem de meio de campo, já que a equipe atuava com três volantes.

Sucesso com Jorge Jesus

Depois de ser emprestado por uma temporada para a Sampdoria, ele foi contratado pelo Sporting, em 2017.

Somente depois que passou a ser comandado por Jorge Jesus, atual técnico do Flamengo, no time de Lisboa é que Bruno passou a ser chamado para a seleção portuguesa e viu seu futebol explodir.

A relação entre o meia e o técnico foi tão boa neste período que o Mister chegou a declarar que "pagaria 70 milhões de euros por Bruno Fernandes.

play
0:27

Bruno Fernandes brinca com a filha, fala até 'olé' e criança não gosta

Jogador do Manchester United aproveita a quarentena para ter mais contato com a filha

Apesar do carinho mútuo, Jesus e o volante viveram um dos capítulos mais tristes da história do Sporting. Em 2018, quando a equipe vivia uma má fase na temporada, cerca de 30 torcedores invadiram o CT do clube e agrediram diversas pessoas.

Bruno chegou a pedir a rescisão de contrato, mas acabou mudando de ideia logo em seguida. Ao permanecer no Alvalade, tornou-se uma das maiores referências e capitão da equipe.

Em 2019, porém, ele passou por uma grande polêmica ao ter um áudio vazado no qual criticava alguns colegas de equipe.

"Acho muito mal a atitude de alguns jogadores. Atitude que não existe. Se não querem estar aqui, vão para a p.... Estão a receber um ano e depois põem-se no cara...".

Logo em seguida, Bruno tratou de pedir desculpas e explicou que a situação foi contornada. Ele alegou que já havia falado pessoalmente no vestiário para quem a mensagem era endereçada.

“Ele não tolerava perder, isso é coisa de português mesmo. Já joguei com alguns e todos eles eram assim”, explicou Guilherme Torres.

Contratado pelo Manchester United no começo deste ano por 47 milhões de libras, Bruno Fernandes logo caiu nas graças dos torcedores.

A ESPN Brasil e o ESPN App transmitem o jogo dos Red Devils contra o Aston Villa pelo Inglês, nesta quinta-feira, às 16h15 (de Brasília).