<
>

'Pogba se espelhava no Ronaldinho Gaúcho e me pedia para ensinar português', revela brasileiro ex-Manchester United

play
Picanha? Jogar Bonito? Em 2017, Pogba falou português com a ESPN, citou Pelé, Garrincha, Zico e se derreteu por Neymar (1:54)

Astro francês esbanjou carisma em conversa com João Castelo-Branco (1:54)

Em 2017, o astro do Manchester United Paul Pogba surpreendeu ao demonstrar em uma entrevista à ESPN que sabia falar várias palavras em português e por admirar jogadores como Ronaldinho Gaúcho e Robinho.

A relação do francês com a cultura brasileira vem desde os tempos das categorias de base nos Red Devils, quando ele atuou com Rafael Leão, Gladestony, Agnaldo Moraes e Andreas Pereira.

Nesta sexta-feira, a ESPN Brasil e o ESPNApp transmitem o jogo dos Red Devils fora de casa contra o Tottenham, válido pela Premier League, às 16h15 (de Brasília).

“Era uma pessoa simples e não tinha nada de arrogância. Ele era um fora de série já na base e gostava demais dos brasileiros. Ele tinha um jeitão de Ronaldinho Gaúcho, ia para cima e gostava de driblar. se espelhava mesmo no Ronaldinho”, disse Rafael Leão.

O volante costumava frequentar ao lado dos colegas uma churrascaria brasileira em Manchester, onde experimentou guaraná e se apaixonou por picanha.

“Ele falava direto do Brasil e pedia para ensinarmos palavras. Eu chegava algumas vezes de manhã no CT e ele mandava um ‘bom dia’ em português”, relatou.

Além da comida e do futebol, Pogba gostava de ouvir - e dançar - no vestiário os ritmos brasileiros como pagode.

O brasileiro lembra uma característica curiosa do volante, que já era famoso mesmo ainda não tendo ainda estreado no profissional.

“Se ele fosse dar um autógrafo para um torcedor ele te fazia assinar junto. Poderia ser quem fosse, mesmo que não fosse jogador, tinha que autografar! Era muito engraçado”, recordou.

Pogba subiu aos profissionais do Manchester, mas ficou pouco tempo. Depois de brigar com o técnico Alex Ferguson, ele foi para a Juventus, clube no qual se destacou.

Em 2016, foi contratado pelos Red Devils por 110 milhões de euros, tornando-se o jogador mais caro da história à época.

Desde então, ele tem alternado altos e baixos e ajudou a equipe a vencer a Copa da Liga e a Liga Europa. Pela seleção francesa, foi campeão do Mundial sub-20 e da Copa do Mundo de 2018.