<
>

Ancelotti evita falar da seleção brasileira e responde se foi procurado pelo futebol árabe

Carlo Ancelotti durante coletiva do Real Madrid, em 1º de dezembro de 2023 EFE/Javier Lizón

Em coletiva prévia ao jogo contra o Betis, neste sábado (9), com transmissão pela ESPN no Star+, o técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, silenciou ao ser novamente questionado sobre assumir a seleção brasileira em 2024.

Perguntado se a o fato da Justiça brasileira ter retirado o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ednaldo Rodrigues, de seu cargo afastaria ainda mais Carletto do trabalho na equipe canarinho, o italiano disse que não responderia mais questões sobre a possível saída do Real.

Na sequência, ele foi questionado sobre outro possível destino: a Arábia Saudita, país que está investindo de forma pesada na contratação de "medalhões" para seu futebol.

Aos risos, Ancelotti sinalizou que não tem intenção de ir para o Oriente Médio, mesmo por quantidades exorbitantes de dinheiro.

"Ninguém (da Arábia Saudita) me ligou. Eu vivo o presente, que está sendo muito bonito. Tenho outros objetivos e ideias, nunca pensei em dinheiro. Cresci em uma família em que o dinheiro não era importante", afirmou.

"Tenho dinheiro, mas não é o mais importante. O que mais me importa é eu me sentir bem. E tomara que eu possa seguir me sentindo bem aqui (no Real Madrid)", seguiu.

Perguntado se aceitaria um contrato similar ao do golfista John Rahm, que, na última quinta-feira (7), assinou contrato com a organização saudita LIV Golf e se tornou o atleta mais bem pago do mundo, o técnico brincou.

"O que eu faria se me oferecessem 500 milhões (de euros)? Eu iria a pé... Nem precisaria de voo (risos)", sorriu.

"O mundo (do esporte) está mudando, e vai mudar ainda mais. Não me surpreendo mais com nada. O Rahm é muito bom. Não entendo muito de golfe, mas me parece que ele é o melhor de todos", complementou.

Onde assistir a Betis x Real Madrid?

Betis x Real Madrid, neste sábado (9), às 12h15 (de Brasília), por LALIGA, tem transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.