<
>

Ancelotti se diz orgulhoso com interesse, mas volta a negar acerto com a seleção brasileira: 'Está tudo muito claro'

Carlo Ancelotti durante amistoso entre Real Madrid e Juventus EFE/EPA/CRISTOBAL HERRERA-ULASHKEVICH

Carlo Ancelotti, treinador do Real Madrid, voltou a falar a respeito de uma possível ida à seleção brasileira a partir de junho de 2024, quando se encerrará o contrato vigente do italiano à frente da equipe merengue.

O experiente técnico abordou o tema durante entrevista coletiva concedida neste sábado (25), véspera do duelo diante do Cádiz, que acontecerá neste domingo (26), às 14h30, por LALIGA, com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

Ancelotti despistou sobre um possível acerto com o Brasil e reiterou que “tudo está muito claro” a respeito do futuro.

“Me dá orgulho que uma seleção, que é uma das maiores do mundo, como é a seleção brasileira fale de mim. Isso me deixa com orgulho e nada mais. Está tudo muito claro: eu tenho contrato até 30 de junho (com o Real) e até essa data eu não vou responder sobre o meu futuro”, disse o italiano.

Em julho deste ano, Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, garantiu a contratação do italiano para 2024 enquanto anunciava Fernando Diniz, treinador do Fluminense, como comandante interino para o início das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo 2026.

“A partir do momento do Audax, passou por outros clubes com a mesma filosofia, mesmo método. Gostei muito da renovação que ele fez nas aplicações táticas. A proposta do jogo é quase parecida com o treinador que assumirá na Copa América, o Ancelotti”, disse o presidente na época.

Veja abaixo os próximos jogos do Real Madrid: