<
>

Com gol de Rodrigo Pimpão, Botafogo vence Bangu e encosta no Fluminense

Rodrigo Pimpão durante a partida entre Botafogo e Bangu, pelo 4ª rodada da Taça Rio Gazeta Press

O Botafogo venceu o Bangu por 1 a 0 nesta terça-feira, no Engenhão, em partida válida pela 4ª rodada da Taça Rio. O gol foi marcado por Rodrigo Pimpão. Com o resultado, o time de Alberto Valentim chegou aos mesmos 9 pontos do Fluminense, líder do Grupo C.

O gol da vitória botafoguense saiu aos 10 minutos do segundo tempo. Rodrigo Pimpão recebeu lançamento de Marcos Vinícius, cortou para o meio e soltou a bomba de direita. A bola entrou no ângulo do goleiro Célio Gabriel. Foi a segunda vez que o atacante balançou as redes em 2018.

Na próxima rodada, o Botafogo visita o Volta Redonda no Raulino de Oliveira, domingo, às 17h00 (de Brasília). Já o Bangu enfrenta o Boavista no sábado, às 16h00 (de Brasília), no Bacaxá.

O JOGO

Como era de se esperar, o Botafogo começou a partida no ataque, tentando sufocar o Bangu na defesa. E o Alvinegro conseguiu colocar a bola nas redes aos cinco minutos, mas a arbitragem marcou impedimento de Kieza. Logo depois, o time da casa teve a chance de sair na frente. Após rebatida defeituosa da defesa banguense, a bola sobrou para Ezequiel inteiramente livre e o atacante mandou por cima, desperdiçando uma grande oportunidade.

Aos dez minutos, o Bangu chegou pela primeira vez em cruzamento fechado de Valdir, mas Marcinho desviou para escanteio, antes da chegada de Marquinhos. O Botafogo seguiu dominando e, aos 20 minutos, Léo Valencia arriscou da intermediária e Célio Gabriel espalmou para escanteio. Logo depois, Kieza teve a chance de chutar, mas hesitou e acabou desarmado na pequena área.

Depois da parada técnica, o Botafogo tentou acelerar o ritmo, mas seus atacantes não conseguiam chegar na área em posição de concluir. O Bangu mantinha apenas Tássio na frente. Aos 30 minutos, Marcelo falhou bisonhamente e a bola ficou para Marcos Júnior que arriscou e mandou longe do gol defendido por Gatito Fernández. Um minuto depois, Everton Sena fez boa jogada dentro da área e chutou cruzado, mas Gatito fez boa defesa.

Aos 33, Everton Sena foi lançado na esquerda, invadiu a área pela esquerda e tentou lançar para Tássio, mas a bola passou pelo atacante do Bangu que entrou de carrinho na pequena área. O Botafogo só atacava pelo lado direito com Marcinho e Ezequiel, mas não conseguia criar condições para a finalização de Kieza. Aos 40 minutos, Ezequiel cruzou da esquerda, Pimpão desviou e Kieza tentou completar, mas mandou para fora.

Aos 43 minutos, após boa troca de passes, Léo Valencia recuou para Moisés que mandou por cima. Um minuto depois, Marcinho mandou a bomba, mas a bola passou longe da trave esquerda defendida por Célio Gabriel.Nos acréscimos, João Paulo foi lançado na área e chutou forte. A bola desviou na zaga e encobriu o travessão em jogada de muito perigo.

O Botafogo voltou mais ofensivo, mas a primeira jogada perigosa foi do Bangu no primeiro minuto. Jairinho foi lançado pela esquerda, se livrou de Marcelo e chutou forte para ótima defesa de Gatito Fernández que espalmou para escanteio.

O time de Moça Bonita voltou mais agressivo, dando trabalho aos zagueiros alvinegros. O Botafogo que voltou com Marcos Vinicius na vaga de Leo Valencia encontrava dificuldade para chegar ao ataque. Aos dez minutos, o Botafogo marcou o primeiro tempo. Rodrigo Pimpão recebeu no bico esquerdo da grande área, se livrou da marcação e mandou a bomba no ângulo direito de Célio Gabriel.

O Bangu precisou se abrir e aumentou espaços para os contra-ataques do Botafogo. Aos 13 minutos, Kieza recebeu na grande área, ganhou do zagueiro e chutou cruzado, mas a bola bateu na rede pelo lado da fora. Aos 17 minutos, o time dirigido por Alfredo Sampaio trocou passes na entrada da área do Botafogo e a bola acabou com Jairinho que mandou a bomba que tinha endereço certo e foi desviada por Marcelo para escanteio.

Dois minutos depois, após cruzamento na área alvinegra, Oliveira fez outro lançamento e Michel, de voleio, mandou para fora. O Botafogo respondeu com um lançamento de Marcos Vinicius para Kieza que entrou pela esquerda e tocou para Luiz Fernando, mas o atacante demorou e seu chute saiu prensado para fora.

Aos 25 minutos, Gatito Fernández fez ótima reposição para Kieza que doi derrubado na entrada da área. Marcinho bateu, a bola desviou na barreira e saiu para escanteio. O Bangu respondeu com uma investida de Luiz Henrique pela direita, mas o chute saiu torto. Logo depois, a equipe de Moça Bonita voltou a ameaçar em cabeçada de Oliveira que bateu em Marquinhos quando tinha a direção do gol.

Para tentar conter a pressão banguense, o treinador alvinegro decidiu promover a estreia do volante Marcelo que entrou no lugar do atacante Ezequiel. Aos 43 minutos, Marcos Vinicius fez ótima jogada e bateu rasteiro, mas o goleiro Célio Gabriel defendeu com o pé.
No último lance importante do jogo, o Bangu desperdiçou mais uma chance para empatar, quando o zagueiro Oliveira, livre na área, chutou para fora.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 BANGU

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 6 de março de 2018 (Terça-feira)
Horário: 21h30(de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Assistentes: Andréa Izaura Marcelino de Sá (RJ) e Lilian Fernandes Bruno (RJ)
Público: 1.744 pagantes
Cartão Amarelo: Marcelo(Bota); Marcos Júnior, Tássio, Léo Jesus, Oliveira e Marquinhos(Ban)
Gol:
BOTAFOGO: Rodrigo Pimpão, aos dez minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho, Marcelo Benevenuto, Igor Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso, João Paulo e Leonardo Valencia(Marcos Vinicius); Rodrigo Pimpão(Luiz Fernando), Kieza e Ezequiel(Marcelo)
Técnico: Alberto Valentim

BANGU: Célio Gabriel, Valdir, Michel, Oliveira e Léo Jesus(Guilherme); Magno, Marcos Júnior, Everton Sena, Eberson(Luiz Henrique) e Marquinhos; Tássio(Jairinho)
Técnico: Alfredo Sampaio