<
>

Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet; Fernando Miguel, do Atlético-GO, é o destaque da 1ª rodada

O Campeonato Brasileiro de 2021 começou no último sábado (29) e com ele deu início também o tradicional Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet, que chega a sua 52ª edição.

Nessa 1ª rodada, entre os grandes favoritos ao título, apenas o Flamengo se saiu vitorioso, batendo o Palmeiras no Maracanã por 1 a 0. O Atlético-MG perdeu em casa para o Fortaleza e o São Paulo ficou no empate com o Fluminense no Morumbi.

Na ótima vitória sobre o Galo, de virada, no Mineirão, o Fortaleza conseguiu emplacar o técnico argentino Juan Pablo Vojvoda na seleção da rodada e mais dois jogadores: o lateral-direito Tinga e o meia Yago Pikachu, que entrou no segundo tempo e marcou dois belos gols.

Outros times que colocaram dois jogadores na seleção da 1ª rodada foram o Red Bull Bragantino, com o volante Ramires e o zagueiro Fabrício Bruno, e o Bahia, com o zagueiro Juninho (autor de um gol contra o Santos) e o meia Thaciano (que fez dois gols na vitória sobre o Peixe por 3 a 0).

Mas nessa rodada inaugural os grandes destaques no Bola de Prata foram os goleiros. Fernando Miguel, do Atlético-GO, fechou como o melhor da rodada depois de defender um pênalti e na mesma jogada fazer outra grande defesa na vitória sobre o Corinthians em Itaquera. Tiago Volpi, do São Paulo, que também pegou um pênalti (de Nenê, do Fluminense), terminou a rodada com a 2ª maior pontuação.

Outros destaques nessa 1ª rodada foram o lateral-esquerdo Abner Vinícius, do Athletico-PR, que foi muito bem na vitória sobre o América-MG; o volante Edenílson, que marcou um gol e deu uma assistência no empate do Internacional contra o Sport (2 a 2); além dos atacantes Bruno Henrique (Flamengo) e Cléber (Ceará).

A seleção do Bola de Prata após a 1ª rodada ficou assim: Fernando Miguel (Atlético-GO), Tinga (Fortaleza), Fabrício Bruno (Red Bull Bragantino), Juninho (Bahia) e Abner Vinícius (Athletico-PR); Ramires (Red Bull Bragantino), Edenílson (Internacional), Thaciano (Bahia) e Yago Pikachu (Fortaleza); Cléber (Ceará) e Bruno Henrique (Flamengo). Técnico: Juan Pablo Vojvoda (Fortaleza)

Desde 2017, o prêmio conta com a pontuação composta por 40% de estatísticas (o Algoritmo DataESPN) + 60% das notas dos jornalistas.