<
>

Flamengo fica com só um na seleção Bola de Prata, e Abel Braga assume como melhor técnico

Uma das revelações do Brasileirão 2020, o lateral direito Guga, do Atlético-MG, entrou na seleção do 51º prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet ao final dessa 32ª rodada. Aos 22 anos, o jogador do Galo desbancou o experiente chileno Isla, do Flamengo, assumindo a liderança pela primeira vez no campeonato.

Com três jogadores, o Atlético-MG passa a ser um dos times como mais representantes na seleção do Bola de Prata, curiosamente todos na zaga. O líder Internacional, além do volante Edenílson e do meia Thiago Galhardo, tem também o técnico Abel Braga na seleção, totalizando três representantes.

Na briga pelo Bola de Ouro, o meia Claudinho, do Bragantino, aumentou sua diferença em relação ao atacante Marinho, do Santos, após a vitória do time de Bragança Paulista sobre o Corinthians. Autor de um gol e uma assistência, Claudinho tem agora média 5,72 contra 5,65 de Marinho, que marcou um gol na derrota do Peixe para o Goiás. Já o meia Vina, do Ceará, que fez um gol na vitória contra o Palmeiras, também segue na briga pelo prêmio com 5,60 pontos.

Ao final dessa 32ª rodada, a seleção do Bola de Prata ficou assim: Weverton (Palmeiras), Guga (Atlético-MG), Gustavo Gómez (Palmeiras), Junior Alonso (Atlético-MG) e Guilherme Arana (Atlético-MG); Gerson (Flamengo), Edenílson (Internacional), Claudinho (Red Bull Bragantino) e Vina (Ceará); Marinho (Santos) e Thiago Galhardo (Internacional). Técnico: Abel Braga (Internacional)

Goleiro Jean foi o melhor da 32ª rodada

Depois de defender um pênalti do volante Juninho e marcar um gol (de pênalti), o goleiro Jean, do Atlético-GO, foi o grande destaque da 32ª rodada no Bola de Prata. Desde 2006, quando Rogério Ceni, então goleiro do São Paulo, nenhum outro goleiro havia defendido um pênalti e feito um gol numa só partida – Ceni, aliás, fez 2 gols no empate contra o Cruzeiro por 2 x 2.

Nessa 32ª rodada, outros destaques que ficaram entre os 5 maiores pontuadores foram o experiente atacante Rafael Moura, do Goiás, que fez 2 gols na vitória sobre o Santos; o meia Claudinho, do Bragantino; e o centroavante Cano, que marcou 2 gols na vitória sobre o Atlético-MG

O volante Edenílson, autor do gol da vitória do dramática do Internacional sobre o Grêmio, outro que ficou no top-5 dos pontuadores, apareceu pela 7ª vez na seleção da rodada neste ano, um recorde na atual edição.

Já Claudinho aparece pela 6ª vez como melhor meia de uma rodada individual, a 3ª vez consecutiva e a 4ª nas últimas 5 rodadas. Ele é o melhor jogador do campeonato até agora.

A seleção da 32ª rodada do Bola de Prata ficou assim: Jean (Atlético-GO), Léo Matos (Vasco), Iago Maidana (Sport), Víctor Cuesta (Internacional) e Abner Vinícius (Athletico-PR); Shaylon (Goiás), Edenílson (Internacional), Vina (Ceará) e Claudinho (RB Bragantino); Cano (Vasco) e Rafael Moura (Goiás). Técnico: Abel Braga (Internacional)

Prêmio revelação do Brasileirão 2020 Desde a 30ª rodada, a ESPN Brasil passou a divulgar o top-5 do Prêmio de Revelação do 51º prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet. Concorrem ao prêmio os jogadores com idade olímpica (até 23 anos em dezembro) e que estejam aptos a levar a Bola de Prata pela primeira vez na carreira, com o mínimo de jogos (19) no Brasileirão 2020. Após a 36ª rodada do campeonato, abriremos no site uma votação com os 3 jogadores com mais pontos. O atleta mais votado levará o prêmio.

Desde 2017, o prêmio conta com a pontuação composta por 40% de estatísticas (o Algoritmo DataESPN) + 60% das notas dos jornalistas.

Seleção Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet 2020 após a 32ª rodada: