<
>

Prêmio ESPN Bola de Prata: Seleção tem seis mudanças após 17ª rodada e Éverton Ribeiro se destaca

Após a 17ª rodada do Brasileirão, o 51º Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet contou com muitas mudanças na seleção geral do campeonato. Principalmente no setor defensivo, com a troca de todos os jogadores (goleiros, zagueiros e laterais), além de um volante.

Em alguns casos, jogadores sem o número mínimo de jogos (9) acabaram saindo da lista dos melhores, como o goleiro Gatito Fernández (Botafogo) e do lateral direito Saravia (Internacional). No lugar deles, entraram Tiago Volpi (São Paulo) e Isla (Flamengo), respectivamente.

Na zaga, Gustavo Gómez (expulso na derrota do Palmeiras para o Fortaleza) e Junior Alonso (do Atlético-MG) perderam as primeiras posições para Diego Costa (São Paulo) e Réver – que atuou apenas no 1º tempo no jogo do Atlético-MG, quando ainda vencia o Bahia por 1 a 0, dando uma assistência.

Já entre os volantes, Gerson, do Flamengo, vencedor do prêmio em 2019, recuperou seu lugar na seleção geral do Bola de Prata de 2020 após a boa atuação contra o Corinthians, pegando o lugar de Dodi.

Thiago Galhardo, o Bola de Ouro, brilhou em mais uma vitória do Inter, com gol e assistência no 2 a 0 contra o Vasco, e segue folgado na liderança dos melhores do campeonato.

A seleção do Bola de Prata após a 17ª rodada ficou assim: Tiago Volpi (São Paulo), Isla (Flamengo), Réver (Atlético-MG), Diego Costa (São Paulo) e Filipe Luís (Flamengo); Edenílson (Internacional), Gerson (Flamengo), Nathan (Atlético-MG) e Arrascaeta (Flamengo); Marinho (Santos) e Thiago Galhardo (Internacional). Técnico: Jorge Sampaoli (Atlético-MG)

Éverton Ribeiro é o melhor da 17ª rodada no prêmio ESPN Bola de Prata 2020

Com uma atuação de gala na goleada do Flamengo sobre o Corinthians por 5 a 1, em Itaquera, o meia Éverton Ribeiro foi o maior destaque do Bola de Prata na 17ª rodada. Autor do primeiro gol da vitória, o craque deu ainda duas assistências e sobrou em campo contra o seu ex-clube.

Bola de Ouro do Brasileirão de 2013, quando foi campeão pelo Cruzeiro, o meia da seleção brasileira vem ganhando posições e já é o 3º melhor entre os meias e o 6º melhor na geral do campeonato.

Nessa 17ª rodada, outro jogador do Flamengo que ficou entre os maiores pontuadores foi o atacante Vitinho, que marcou um gol contra o Corinthians. No top 5 da rodada, entraram também dois jogadores do líder Internacional (Edenílson e Thiago Galhardo), e o centroavante Gilberto, que entrou no segundo tempo, marcou dois gols e ajudou diretamente o Bahia a virar o jogo contra o então líder Atlético-MG.

A seleção da 17ª rodada do Bola de Prata ficou assim: Tadeu (Goiás), Isla (Flamengo), Roger Carvalho (Fortaleza), Natan (Flamengo) e Danilo Barcelos (Fluminense); Ryller (Red Bull Bragantino), Edenílson (Internacional), Daniel (Bahia) e Éverton Ribeiro (Flamengo); Thiago Galhardo (Internacional) e Gilberto (Bahia). Técnico: Domènec Torrent (Flamengo)

Desde 2017, o prêmio conta com a pontuação composta por 40% de estatísticas (o Algoritmo DataESPN) + 60% das notas dos jornalistas.