<
>

Treinador brasileiro é cotado para substituir Paulo Sousa na seleção da Polônia

Segundo informações do jornal La Nación, da Costa Rica, Alexandre Guimarães está na mira da seleção da Polônia. Ele é brasileiro naturalizado costarriquenho


Após perder o português Paulo Sousa para o Flamengo, a Polônia vasculha o mercado atrás de um novo treinador para comandar a seleção na disputa da repescagem na Europa para as últimas vagas à Copa do Mundo do Catar.

E os poloneses têm um brasileiro no radar: Alexandre Guimarães. A informação foi revelada pelo jornal La Nación, da Costa Rica, país onde o treinador se naturalizou.

Nascido em Maceió, o técnico se destacou justamente à frente da seleção costarriquenha com duas classificações a Copas do Mundo (2002 e 2006).

Guimarães ainda teve passagens de destaque à frente de outras equipes como Saprissa, Al-Wasl e Tianjin Teda. Esteve recentemente no futebol da Colômbia, onde conquistou o título do campeonato nacional com o América de Cali.

O treinador ainda trabalhou no Atlético Nacional no país.

“A interesse da Polônia é verdade. O nome de Guimarães caiu muito bem e está entre os três nomes que consideram, o que é muito bom para nós. Embora saibamos que desejam um treinador local para o cargo”, afirmou Ander Fernández, agente do treinador, ao La Nación.

“Quando um técnico triunfa na Ásia, na Índia, vence a Copa do Golfo e triunfa na Colômbia, é por uma razão. Mostrou sabedoria para gerenciar elenco, imprensa e tem uma boa comissão técnica. Torna-se uma opção atraente para qualquer equipe ou seleção”.

Segundo a imprensa polonesa, o favorito para assumir o cargo após a saída de Paulo Sousa é Adam Nawalka, que esteve no cargo entre 2013 e 2018. O holandês Dick Advoocat também está no radar.