<
>

Fora do Dortmund? Haaland diz por que falou em 'arrumar as coisas' e responde sobre polêmica: 'Hora de seguir em frente'

Erling Haaland disse que é hora de "seguir em frente" sobre os comentários que fez no início deste mês sobre o Borussia Dortmund pressioná-lo a tomar uma decisão sobre seu futuro.

Haaland, de 21 anos, deve deixar o Dortmund no final da temporada, com os principais clubes da Premier League, além de Barcelona, Real Madrid, Bayern de Munique e Paris Saint-Germain, interessados ​​em sua contratação, de acordo com apuração da ESPN.

"Eu realmente não quero falar muito sobre isso, mas senti que era hora de dizer algo", disse Haaland, em entrevista a alguns detentores de direitos da Bundesliga, explicando a razão de na época ter abordado publicamente a situação.

"Muitos outros estavam falando - então foi isso. Agora, eu não quero falar muito. Eu disse o que disse, e agora vamos seguir em frente".

Haaland, que marcou na vitória do Dortmund por 3 x 2 contra o Hoffenheim no último dia 15 de janeiro antes de sair lesionado, disse ao canal de TV norueguês Viaplay no início deste mês que o Dortmund "começou a colocar muita pressão" em sua decisão e que era "hora de arrumar as coisas".

O CEO do Dortmund, Hans-Joachim Watzke, minimizou os relatos de uma disputa entre o clube e o jogador, mas não negou as alegações de Haaland de que ele estava sendo pressionado a tomar uma decisão.

"Não há problema com Erling", disse Watzke ao jornal alemão Ruhr Nachrichten. "Ele é uma pessoa espontânea. Ele tem permissão para fazer isso. Mas ele também deve ter alguma compreensão da nossa situação - não podemos esperar até o final de maio".