<
>

Ceni avalia reforços do São Paulo, cita jogadores que pediu e não teve e 'cobra' diretoria: 'Para brigar mais alto, precisamos de mais'

play
Rogério Ceni fala sobre negociações frustradas com Douglas Costa e Soteldo e volta a pedir reforços: 'Precisamos de mais' (1:59)

O treinador tricolor ainda elogiou o atacante Caio, de apenas 17 anos, que brilhou na Copinha (1:59)

Técnico pediu mais reforços à diretoria para a temporada


Depois de um 2021 abaixo das expectativas, o São Paulo segue no mercado para montar um elenco mais competitivo para a temporada. Até o momento, o clube anunciou cinco contratações: Patrick, Alisson, Rafinha, Jandrei e Nikão.

No entanto, para o técnico Rogério Ceni o número ainda é baixo. Em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (26), o treinador elogiou os jogadores recém-chegados ao Morumbi, mas voltou a ''cobrar'' reforços à diretoria.

''Nomes que chegaram são todos bons jogadores. Nikão, Alisson, Jandrei, Patrick e Rafinha, todos jogadores experimentados, que demonstraram capacidade onde jogaram. A gente se sente melhores, com mais opções do que no ano passado'', disse antes de completar:

''Precisamos de reforços. Mas esses jogadores chegaram em condições de contratos terminados. O clube atravessa ainda uma crise financeira. Mas foram boas contratações. Mas pra brigar mais alto, precisamos de mais. A diretoria está buscando reforços para termos mais peças durante o ano'', afirmou o técnico.

play
1:53

Ceni projeta temporada do São Paulo e promete fazer o possível para brigar por cada vítoria

O treinador ainda disse que acredita que o clube estará melhor financeiramente no ano que vem

Por fim, Ceni citou mais dois nomes que o São Paulo tentou negociar, mas não conseguiu: o atacante Luiz Henrique, do Olympique de Marselha, e David, que trocou o Fortaleza pelo Internacional, e afirmou que pretende promover Caio, destaque do time na Copinha, aos profissionais.

"Caio é uma opção, deve ficar, apesar dos 17 anos. Um jogador de velocidade pela esquerda, não conseguimos contratar. Tivemos o Douglas Costa, o Soteldo... eram negociações difíceis. E outras, o Luis Henrique, hoje com o Sampaoli, e o David (do Fortaleza). A gente tenta se adaptar. Vamos tentar encontrar um jogador que substitua esse que não pudemos trazer no momento para o São Paulo'', concluiu.

play
2:04

Ceni é perguntado sobre situação de Pablo e sobe o tom ao relembrar ativação de gatilho do contrato do jogador; assista

'Quem dispara o gatilho é quem faz mal o contrato; não o treinador que usa o jogador', disse o treinador do São Paulo