<
>

Sampaoli, Jesus, Abel: como foram as estreias dos últimos técnicos estrangeiros no Brasil

O Atlético iniciará a temporada 2022 com Antonio ‘El Turco’ Mohamed ‘brigando’ contra retrospecto negativo de estrangeiros em estreias


Depois de todas as conquistas de 2021, o Atlético-MG inicia sua nova temporada nesta quarta-feira (26) no Campeonato Mineiro. E o time, além de tudo, está sob nova direção, com o argentino Antonio ‘El Turco’ Mohamed assumindo o lugar de Cuca.

Mohamed fará sua primeira partida como treinador de um clube brasileiro. Mas o retrospecto recente dos estrangeiros em suas estreias no Brasil não é dos melhores.

De 2019 para cá, 14 treinadores de fora estrearam no Brasil, com somente quatro vitórias, cinco empates e cinco derrotas, formando um aproveitamento de 40,5%.

A lista de treinadores que iniciaram seus trabalhos com vitórias tem Jorge Sampaoli, no Santos, Abel Ferreira, no Palmeiras, Rafael Dudamel, no próprio Atlético, e Vojvoda, no Fortaleza.

Os tropeços, porém, não são sinal de fracasso do trabalho. Vencedor de quase tudo com o Flamengo, Jorge Jesus iniciou sua trajetória com um empate. Os resultados negativos de cara, porém, podem marcar uma passagem, como foi o caso de Ariel Holan, no Santos, sofrendo uma goleada por 4 a 0 contra o São Paulo.

Cabe a Antonio Mohamed, então, tentar começar com o pé direito para ter mais tranquilidade nas primeiras semanas e tentar manter o Galo no topo.

Veja a lista de estreias de estrangeiros no Brasil desde 2019:

Jorge Sampaoli (Santos) – vitória por 1 a 0 contra Ferroviária

Jorge Jesus (Flamengo) – empate em 1 a 1 contra Athletico-PR

Jesualdo Ferreira (Santos) – empate em 0 a 0 contra Red Bull Bragantino

Rafael Dudamel (Atlético-MG) – vitória por 1 a 0 contra Uberlândia

Domènec Torrent (Flamengo) – derrota por 1 a 0 contra Atlético-MG

Ricardo Sá Pinto (Vasco) – derrota por 2 a 1 contra Corinthians

Abel Ferreira (Palmeiras) – vitória por 1 a 0 contra Red Bull Bragantino

Gustavo Morínigo (Coritiba) – empate em 1 a 1 contra Grêmio

António Oliveira (Athletico-PR) – derrota por 1 a 0 contra Grêmio

Hernán Crespo (São Paulo) – empate em 1 a 1 contra Botafogo-SP

Ariel Holan (Santos) – derrota por 4 a 0 contra São Paulo

Juan Pablo Vojvoda (Fortaleza) – vitória por 6 a 1 contra Crato

Diego Dabove (Bahia) – derrota por 2 a 0 contra Fluminense

Gustavo Florentín (Sport) – empate em 0 a 0 contra Athletico-PR