<
>

Por que Endrick não é 'bola da vez' no profissional do Palmeiras e quem são os dois campeões que devem 'puxar fila' para ajudar Abel

Destaque do Palmeiras na Copinha, Endrick deve assinar contrato profissional com o clube a partir de julho. Gustavo Garcia e Giovani podem ser aproveitados por Abel Ferreira


Campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior pela primeira vez da história, o Palmeiras tem em sua base um série de joias que já figuraram no time principal e devem ter ainda mais espaço em breve.

Endrick, de apenas 15 anos e ainda sequer com a possibilidade de assinar um contrato profissional com o Palmeiras, fica em stand-by neste momento.

A tendência é que o garoto passe a ser visto ainda mais de perto pela comissão técnica do profissional a partir de julho, quando poderá assinar o novo contrato.

Até lá, dois nomes do time campeão da Copa São Paulo estão mais 'prontos' em relação aos demais: o lateral-direito Gustavo Garcia e o ponta-direito Giovani.

As duas crias da Academia estiveram em campo pela equipe profissional em algumas partidas de 2021 e devem ser cada vez mais utilizados por Abel Ferreira.

Recentemente, o departamento de futebol do Palmeiras chegou até mesmo a mudar o planejamento, uma vez que tinha em mente a contratação de um lateral-direito para se juntar a Mayke e Marcos Rocha.

No entanto, a grande apresentação do ex-Cruzeiro na final da Conmebol Libertadores, além da presença de Garcia prestes a ir ao profissional, fizeram com que acontecesse essa mudança de pensamento no Palmeiras.

Giovani é um nome que pouco deve ficar no Brasil. Ainda em dezembro de 2021, o ESPN.com.br noticiou que o Palmeiras recusou uma oferta do Grupo City, ainda no início do último ano.

Na época, o Verdão considerou a oferta baixa demais e ainda considera que Giovani possa ser utilizado de melhor maneira no profissional, seguindo os passos de nomes como Wesley e Gabriel Veron.

O ESPN.com.br noticiou também nas últimas semanas que a equipe da Copa São Paulo não deve ter férias imediatas, uma vez que boa parte do elenco pode ser inscrito na chamada lista B e compor o grupo profissional para o Campeonato Paulista.

A ideia é que aconteça uma mescla no futuro próximo, uma vez que a equipe de Abel Ferreira terá a disputa do Mundial de Clubes, em fevereiro e da Recopa Sul-Americana, no final do próximo mês.