<
>

São Paulo acerta saída de jogador que estava fora dos planos de Ceni; Grêmio, Botafogo e Ceará fizeram sondagens pelo atleta

play
Emiliano Rigoni assume a camisa 7 do São Paulo para a temporada de 2022 (0:38)

O argentino usou a 77 em 2021 (0:38)

O São Paulo chegou a um acordo para rescindir o contrato com o meia Vitor Bueno, que iria até o fim de 2023


Vitor Bueno não é mais jogador do São Paulo. As partes vinham negociando uma rescisão do contrato do atleta há algum tempo e enfim chegaram a um acordo. O meia tinha vínculo com o Tricolor até o fim de 2023.

Como as negociações pela saída do atleta já estavam avançadas desde a reapresentação do elenco para a temporada de 2022, e Vitor Bueno treinava separado dos demais jogadores no CCT da Barra Funda.

O meia chegou ao Morumbi em abril de 2019, quando foi emprestado pelo Santos, clube que tinha seus direitos, ao São Paulo. Após o fim do vínculo de empréstimo, o Tricolor decidiu contratar o jogador em definitivo.

Sua passagem pelo São Paulo, no entanto, passou longe de agradar a torcida. Ao todo, foram 120 partidas e 16 gols marcados por Vitor Bueno com a camisa tricolor.

Agora, o meia-atacante de 27 anos está livre no mercado para se transferir a qualquer equipe que se interessar.

O jogador chegou a ter conversas com o futebol japonês, mas a negociação não avançou. No Brasil, equipes como Grêmio, Ceará e Botafogo também fizeram sondagens.

Além de Vitor Bueno, o São Paulo também negocia a rescisão de contrato do atacante Pablo. O artilheiro tricolor em 2021, assim como Vitor vinha fazendo, treina separado do restante do elenco são-paulino.