<
>

Torcedor do São Paulo invade semifinal da Copinha com punhal e assusta jogadores; veja vídeo

Palmeiras venceu São Paulo em Barueri e avançou para a final da Copinha, na próxima terça-feira (25), contra o Santos, no Allianz Parque


Os minutos finais de São Paulo 0 x 1 Palmeiras, neste sábado (22), pela semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior, ficaram marcados por um incidente assustador na Arena Barueri.

Já nos acréscimos, três torcedores são-paulinos invadiram o gramado para tentar agredir os jogadores do Palmeiras. Um deles chegou mais próximo, enquanto os outros foram contidos pelos próprios atletas tricolores.

Um dos são-paulinos estava com um punhal, uma espécie de faca pequena, na mão, objeto que foi recolhido pela arbitragem e enviado à Polícia Militar, que foi ao gramado para tentar apaziguar os ânimos.

Os seguranças palmeirenses também entraram em ação, na tentativa de tirar os jogadores do clube do gramado. Houve, inclusive, pedidos para que a partida fosse encerrada, alegando falta de segurança.

A arbitragem, porém, deu sequência ao jogo e o encerrou pouco depois. Ao fim da partida, os palmeirenses saíram rapidamente para o vestiário, como forma de proteção, deixando apenas os são-paulinos no gramado.

"A gente não tem o controle sobre esse tipo de situação. A gente fica muito triste e chateado, mas conseguimos controlar os jogadores na reta final", disse o técnico alviverde Paulo Victor Gomes, em entrevista ao SporTV.

"É uma tristeza. Palmeiras e São Paulo vieram para jogar futebol, fizeram um bom jogo. Nós que estamos dentro infelizmente não conseguimos controlar. Por isso que quem está dentro do campo precisa dar bons exemplos, porque de fora para dentro a gente não controla", completou Alex, treinador do São Paulo.

Vale lembrar que o clássico deste sábado teve apenas torcedores do São Paulo, em cumprimento à norma do Ministério Público, que há anos adotou a torcida única nos jogos entre os principais clubes do estado.