<
>

Palmeiras: Abel inicia 2022 mais prestigiado do que nunca e com marca que só 4 conseguiram neste século

play
Palmeiras estreia na temporada 2022 com a cabeça 100% no Mundial? Gian Oddi analisa (3:01)

Palmeiras enfrenta o Novorizontino neste domingo (23), às 16h (3:01)

Abel Ferreira, Felipão, Gilson Kleina, Vanderlei Luxemburgo e Jair Picerni são os únicos treinadores que iniciaram duas temporadas seguidas no comando do Palmeiras


Antes desconhecido por grande parte da torcida do Palmeiras, o técnico Abel Ferreira se transformou em um dos maiores símbolos do clube nos últimos anos, conquistando títulos e quebrando recordes.

Neste domingo (23), diante do Novorizontino, pelo Campeonato Paulista, o treinador inicia, oficialmente, a sua segunda temporada à frente da equipe alviverde, já que assumiu na reta final de 2020. Algo que apenas quatro técnicos haviam conseguido no século: Jair Picerni, Vanderlei Luxemburgo, Luiz Felipe Scolari e Gilson Kleina.

O último técnico que iniciou duas temporadas seguidas no comando do Palmeiras foi Gilson Kleina. Ele foi contratado em setembro de 2012 e, mesmo com o rebaixamento, permaneceu no clube.

Kleina conquistou o título da Série B daquele ano e continuou no cargo até a temporada seguinte. Ele acabou demitindo em maio de 2014, depois de ser derrotado por 2 a 1 para o Sampaio Corrêa na segunda fase da Copa do Brasil.

Antes de Kleina, Felipão conseguiu o feito. Ele voltou ao clube em meados de 2010, iniciou a temporada seguinte e também ficou para 2012, até ser demitido com o time na zona de rebaixamento. O treiandor retornaria ao Allianz Parque em julho de 2018 para conquistar o Campeonato Brasileiro e sair novamente em setembro de 2019.

Luxemburgo também iniciou duas temporadas como treinador na sua quarta passagem pelo Palmeiras, quando assumiu o time em janeiro de 2008. Naquele ano ele ainda conquistou o Paulista antes de deixar o cargo em junho de 2009.

Além deles, Picerni também atingiu tal feito. Contratado em 2003, levou o clube alviverde de volta à primeira divisão, mas não resistiu à eliminação da Copa do Brasil do ano seguinte, sofrida após o empate em 4 x 4 com o Santo André.

Já Abel chegou ao Palmeiras no final de outubro de 2020 e até o momento conquistou duas Conmebol Libertadores de forma consecutiva, além da Copa do Brasil. O contrato do português permanece válido até o fim deste ano, com a possibilidade de renovação para 2023.