<
>

Brasileiro relembra briga e conta problema de Jorge Jesus: 'Fui para a palestra com fone de ouvido'

Atacante brasileiro Matheus trabalhou com Jorge Jesus no Braga na temporada 2008/09


O atacante Matheus, que atualmente defende o Zhejiang FC, da China, relembrou, em entrevista ao site português Tribuna Expresso, sua passagem pelo Braga, onde trabalhou com o técnico Jorge Jesus, em 2008/09.

O brasileiro contou que tinha uma relação conturbada com o treinador e que, por isso, acabou tendo poucas oportunidades entre os titulares no clube português.

''Eu sou um jogador também muito esquentado, eu esquento por qualquer coisa quando vejo que não está certo e ele também é um treinador assim. Particularmente, foi um treinador com quem aprendi muito, não vou mentir, me ajudou bastante, mas ele tinha jogadores dele, de mais confiança a quem dava mais oportunidade para jogar. Acabei jogando pouco com ele''

''Para o Jorge Jesus eu era como se fosse o 12º jogador. Ele sempre me colocava, mas não jogava a titular. Eu e ele, no dia a dia, não nos dávamos muito bem'', disse o jogador.

Matheus lembrou ainda de uma discussão que teve com Jesus, quando foi a uma palestra do técnico português com fones de ouvido.

''Uma vez ele estava dando uma palestra depois de um jogo. Eu costumava sentar na parte de cima, ao lado de Vandinho. E nesse dia fui para a palestra com fones de ouvido escutando música. Ele falava, falava, falava e eu escutava música. Às tantas, o Vandinho disse 'Matheus, o treinador está falando com você'. Eu falei: 'Qual treinador? Não tem treinador nenhum não, não quero escutar'. Aí o Jorge Jesus chegou perto de mim e disse 'Ó miúdo, se não queres escutar, sais da sala agora'. E eu respondi: 'A melhor coisa que eu acho que hoje vai acontecer na minha vida é isso'. Eu saí da sala e fui direto conversar com o presidente para dizer que queria ir embora para outro clube. Uma semana ou duas depois, o Jorge Jesus acabou indo para o Benfica'', contou.