<
>

Palmeiras: Jailson 'herda' camisa 30, justifica escolha pelo clube e destaca polivalência: 'Atuei bastante lá fora como zagueiro'

play
Palmeiras: Jailson explica por que escolheu o clube, fala sobre qual posição gosta de jogar e já visa o Mundial: 'Estou quase 100%' (2:27)

Jogador vai usar a camisa 30 no Alviverde e tem contrato até o final desta temporada (2:27)

Meio-campista de 26 anos foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira (20), na Academia de Futebol do Palmeiras, e revelou que também pode atuar como zagueiro


Nesta quinta-feira (20), Jailson foi apresentado na Academia de Futebol e concedeu sua primeira entrevista como jogador do Palmeiras. O volante, que utilizará a camisa 30, comentou sobre sua escolha pelo Verdão.

Desde que rescindiu com o Dalian Pro, da China, Jailson foi procurado por diversos times. Dentre eles, o São Paulo. Segundo o jogador, a opção pelo Palestra não foi das mais complicadas.

Quando um gigante como o Palmeiras vem atrás de você, não pensa duas vezes. Não foi tão difícil de tomar essa decisão. Um clube gigante, a decisão que tomei foi por estar ao lado de grandes jogadores e poder ajudar o clube a ficar cada vez mais marcado na história”, disse o reforço.

Na sequência, Jailson falou sobre sua polivalência e sobre suas características dentro de campo. Pelo Fenerbahçe, o jogador atuou diversas vezes no miolo de zaga.

Eu já atuei bastante lá fora como zagueiro, não tem nenhum problema quanto a isso, me senti muito bem. Junto com os que são da posição, fica muito fácil. É só trabalhar, ver o que o professor pedir e dar o melhor para ajudar o grupo”, afirmou Jailson.

Quanto a jogar de volante, é uma posição em que me sinto muito bem, é onde gosto de jogar. Minhas características são de marcação, poder dar segurança para a defesa. É isso que o torcedor verá de mim, muita determinação e garra” , completou.

Aos 26 anos, Jailson assinou contrato com o Palmeiras até o final desta temporada. Antes de atuar pelo Dalian Pro, da China, o volante teve passagens pelo Grêmio, onde conquistou a Conmebol Libertadores de 2017, e pelo Fenerbahçe, da Turquia.