<
>

Neymar: 'Eu nasci para ser o cara que chama a responsabilidade, que carrega o piano'

play
Mbappé recebe 'carinho' de Neymar após vitória no Francês, e craques caem na risada; VEJA (0:09)

Via: @NeymarJr | PSG venceu o Brest por 2 a 0 (0:09)

Neymar falou sobre como lida com a pressão dentro e fora dos gramados


Durante um bate-papo rápido e descontraído ao podcast Podpah, do Youtube, Neymar abriu o jogo sobre as críticas que já enfrentou ao longo da carreira.

O atacante do PSG afirmou ainda que gosta de sentir pressão, e que o ''peso'' que carrega, muitas vezes, mais ajuda do que atrapalha dentro e fora de campo.

"A pressão é grande, o peso é enorme, é óbvio... Mas eu gosto disso. Gosto de chamar a responsabilidade, ter esse peso nas costas... De que as pessoas dependam de mim, sabe? Eu gosto disso. Nasci para isso, me tornei jogador de futebol por causa disso, para ser o cara que chama a responsabilidade, carrega o piano''

''Batalhei muito para chegar até aqui. Quando me jogam esse peso, se eu sonhei em chegar até aqui, que peso? Se é o que sei fazer, jogar futebol. Se é minha família, meus amigos, meu país torcendo por mim. Não tem coisa melhor do que isso. Quando eu penso nessas coisas, 'nossa, deve ser um peso do c** jogar uma Copa do Mundo, ser o camisa 10'. Não, eu estou ali para isso. Jogo futebol porque eu amo, é minha família, meus amigos, torcedores me apoiando. Isso me dá uma chama que me faz crescer e querer mais. Isso me ajuda mais do que atrapalha'', desabafou o craque.

O brasileiro está em fase final de tratamento após sofrer uma lesão no tornozelo em novembro. A expectativa é que o camisa 10 esteja recuperado para reforçar o PSG contra o Real Madrid nas oitavas de final da Champions League, no dia 15 de fevereiro.