<
>

Goleiros de Atalanta e Inter de Milão brilham e seguram empate sem gols pelo Campeonato Italiano

Com boas atuações de Musso e Handanovic, equipes não conseguiram sair do zero em partida importante no topo da tabela


A partida entre dois dos melhores ataques do Campeonato Italiano frustrou as expectativas de quem esperava uma chuva de gols. Neste domingo (16), Atalanta e Inter de Milão não saíram do zero em Bérgamo apesar de terem feito um jogo movimentado.

Líder da Serie A, a Inter entrou em campo com o melhor ataque da temporada, com 51 gols marcados em 20 rodadas. A Atalanta não fica muito atrás com o 4º melhor ataque do calcio, com 44 gols, também atrás de Milan e Lazio.

Apesar dos zeros no placar, o jogo foi movimentado. Cada time teve uma boa quantidade de chances, mas ora pecou na pontaria, ora parou na boa atuação do goleiro adversário. Musso e, principalmente, Handanovic fizeram várias boas defesas.

Aproveitando bobeada da defesa, a Atalanta desperdiçou a chance decisiva do jogo no segundo tempo. Aos 35, Muriel se antecipou a Bastoni, recuperou a bola no meio-campo, arrancou rumo à área e finalizou no canto de Handanovic, que fez grande defesa para garantir o ponto.

Situação na tabela

Com o empate, a Atalanta chega a 44 pontos e fica na 4ª posição, mas perde a chance de ultrapassar o Napoli e reduzir a distância para Internazionale e Milan, os líderes do campeonato.

Enquanto isso, a Inter segue na ponta do Italiano com 50 pontos, dois a mais que o rival de Milão. Se vencesse, teria 4 pontos de vantagem na liderança.

Próximos jogos

A Atalanta volta a campo no próximo sábado (22), quando visita a Lazio em confronto pela parte de cima da tabela do Campeonato Italiano com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

Antes, na quarta-feira (19), a Internazionale recebe o Empoli, em Milão, pelas oitavas de final da Coppa Italia. A partida também terá transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

Ficha técnica

GOLS: não houve gols

ATALANTA: Musso; Djimsiti, Demiral, Palomino e Pezzela; de Roon, Koopmeiners e Freuler; Pessina (Miranchuk), Muriel (Piccoli) e Pasalic (Zappacosta). Técnico: Gian Piero Gasperini

INTERNAZIONALE: Handanovic; D’Ambrosio, Skriniar e Bastoni (De Vrij); Darmian (Dumfries), Barella, Brozovic, Perisic e Çalhanoglu (Vidal); Sánchez (Correa) e Dzeko (Lautaro Martínez). Técnico: Simone Inzaghi