<
>

Lyon vence Troyes, sobe na tabela e encerra sequência negativa no Campeonato Francês

Com pênalti polêmico, Lyon venceu por 1 a 0 e quebrou uma sequência de 5 jogos sem vitória pela Ligue 1; Troyes segue ameaçado pelo rebaixamento


Tentando deixar para trás um primeiro turno ruim no Campeonato Francês, o Lyon conquistou importante vitória fora de casa neste domingo (16). Enfrentando o Troyes, que tenta escapar do rebaixamento, o heptacampeão francês venceu por 1 a 0 e ganhou posições na tabela.

Além de render três pontos valiosos na tentativa de voltar a brigar por competições europeias, a vitória encerra uma sequência de 5 jogos sem vitória do Lyon. A equipe de Peter Bosz vinha de 4 empates seguidos e uma derrota na 5ª partida.

O único gol da partida no Stade de l’Aube foi marcado no primeiro tempo com certa polêmica. Aos 30 minutos, o árbitro viu toque de mão de Erik Palmer-Brown na área, marcou pênalti e Moussa Dembélé não perdoou, abrindo – e fechando – o placar deslocando o goleiro.

Apesar do domínio no segundo tempo, o Lyon não conseguiu ampliar a vantagem e quase pagou o preço nos acréscimos. Após cobrança de escanteio, Ripart acertou uma bicicleta e Dubois tirou a bola na pequena área, com o goleiro Anthony Lopes já vencido.

Situação na tabela

Com a vitória fora de casa, o Lyon chega a 28 pontos no Campeonato Francês e sobe para a 10ª posição, mas pode cair para o 11º lugar no complemento da rodada.

Do outro lado, o Troyes segue com 17 pontos, fica na 17ª posição e não consegue respirar na luta contra o rebaixamento. O time está fora da zona, mas com a mesma pontuação do 18º colocado Lorient e do 19º colocado Bordeaux.

Próximos jogos

O Lyon volta a campo na próxima sexta-feira (21) e pode muito bem emendar duas vitórias seguidas, já que recebe o lanterna Saint-Étienne. Antes, na quarta-feira (19), o Troyes visita o Montpellier. Ambos os jogos terão transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

Ficha técnica

GOLS: Dembélé (Lyon)

TROYES: Gallon; Salmier, Rami, Palmer-Brown e Conté; Chavalerin, Chambost (Giraudon), Dingomé, Tardieu e Ripart; Rodrigues. Técnico: Bruno Irles

LYON: Lopes; Dubois, Da Silva, Boateng, Lukeba e Henrique; Caqueret, Bruno Guimarães, Aouar e Lucas Paquetá; Dembélé (Gusto). Técnico: Peter Bosz