<
>

Negociação do Palmeiras por Alario tem 'carta branca' de Leila, concorrência europeia e 'não' do Leverkusen; veja bastidores

play
Weverton, goleiro do Palmeiras, conta como mudou as metas para 2022 depois da Covid e destaca: 'Estamos focados' (2:00)

Arqueiro enalteceu que o grupo inteiro está focado e determinado a conquistar os objetivos da temporada (2:00)

ESPN.com.br apurou por que o Bayer Leverkusen não aceitou a negociação por Lucas Alario com o Palmeiras


A torcida do Palmeiras mais uma vez foi da expectativa à frustração pela contratação de um centroavante. Depois de vários nomes sondados nas últimas semanas, a bola da vez era Lucas Alario, do Bayer Leverkusen. Nesta sexta-feira (14), o time paulista ficou a ver navios, após recusa dos alemães.

O ESPN.com.br apurou os bastidores da negociação frustrada e aponta por que, mais uma vez, o Palmeiras não conseguiu fechar negócio por um artilheiro.

Segundo fonte ouvida pela reportagem, o Leverkusen "empurrou" as conversas com o Palmeiras sem a intenção de fechar o acordo de fato. A ideia do clube alemão era cansar o Alviverde a partir de exigências e fazê-lo desistir de Alario.

Após recusar um empréstimo com opção de compra, mas sem compensação financeira, o Leverkusen exigiu do Palmeiras um pagamento imediato. Anderson Barros, com o aval de Leila Pereira, realizou nova oferta, prontamente recusada.

O time paulista, então, se dispôs até mesmo a comprar Alario, algo que também acabou descartado pelo Leverkusen.

O que pesou no 'não' definitivo dos alemães foi a ausência de um atacante para repor a saída do argentino. De acordo com apuração da reportagem, o Bayer Leverkusen, que disputa não só a Bundesliga, mas também a fase final da Europa League, não queria contar apenas com Patrik Schick como opção de centroavante.

Havia outros clubes de olho em Alario também, como Mallorca e Betis, ambos da Espanha. Mesmo com o interesse dos europeus, pesou a Alario o fato de disputar o Mundial de Clubes pelo Palmeiras e de aparecer para uma vitrine interessante, para quem sabe brigar por uma vaga na seleção argentina que disputará a Copa do Mundo de 2022, no Catar.

play
2:00

Weverton, goleiro do Palmeiras, conta como mudou as metas para 2022 depois da Covid e destaca: 'Estamos focados'

Arqueiro enalteceu que o grupo inteiro está focado e determinado a conquistar os objetivos da temporada

O Palmeiras estava confiante por ser, a princípio, o único que poderia contar com o aval do estafe de Alario pelo empréstimo com uma opção de compra em contrato. No entanto, a alternativa de saída foi fechada pelo Bayer Leverkusen.

A partir de agora, Alario segue fazendo parte do elenco do time alemão e como opção no banco de reservas, algo visto como 'fundamental' pelo Leverkusen para o planejamento da temporada. E o Palmeiras segue atrás de um 9 para satisfazer um anseio da comissão técnica – e também da torcida.