<
>

Evra revela 'desabafo' de Daniel Alves sobre PSG e faz alerta para o futuro de Mbappé

Ex-lateral da seleção francesa falou sobre a pressão que existe no PSG pela conquista da Champions League, lembrando de uma declaração dada por Daniel Alves a ele. Evra também falou de Mbappé


Ex-lateral da seleção francesa e com passagens por Juventus, Manchester United e outros clubes, Patrice Evra concedeu uma longa entrevista ao jornal francês "Le Parisien" e abordou os mais diversos assuntos. Entre eles o Paris Saint-Germain, equipe que nunca vestiu a camisa ao longo da carreira, mas conhece bem, já que cresceu em Paris.

Perguntado sobre qual a sensação que tem sobre a equipe, Evra foi bastante sincero e inclusive lembrou de uma espécie de "desabafo" feito pelo lateral Daniel Alves, atualmente no Barcelona, sobre o PSG. O ex-lateral ainda foi além e também falou sobre Kylian Mbappé.

"Joguei no Olympique de Marselha, mas sou parisiense e cresci aqui, embora nunca tenha sido torcedor do PSG. Não entendo por que todos os clubes franceses torcem contra o PSG na Champions League. Para mim, o clube representa a França. Se o PSG vencer [a Champions] amanhã, eu ficaria muito orgulhoso! Mas desde aquela virada [para o Barcelona] entendo que alguns jogadores simplesmente não aguentam a pressão. Aqui a mídia diz que se o Paris ganhar o Campeonato Francês, tudo bem. Mas não é "normal" ganhar um título!", começou por dizer.

"Hoje tudo é mundano e estendemos o tapete vermelho para os jogadores. Dani Alves me disse: “Alguns jogadores aqui pensam que são estrelas, mas nunca ganharam nada". Lá eles contrataram Messi, mas ele não vão ganhar a Liga dos Campeões. É um time, um estado de espírito. O presidente deles faz um ótimo trabalho porque falamos do PSG no mundo todo, mas ganhar a Liga dos Campeões é complicado. E eu sei disso: estive na final cinco vezes e perdi quatro!", complementou.

Sobre o atual camisa 7 do PSG, que desde o ano passado vive uma indefinição quanto ao seu futuro e tem como principal interessado o Real Madrid, Evra elogiou o atacante de 23 anos, mas também fez um alerta ao compatriota.

"Ele é bem educado. Eu gostaria de ver Kylian se soltar mais. Acho ele muito formal. Eu adoro, mas é muito limpo e esconde alguma coisa. Quando o ouço falar, acho que estou ouvindo um político. Em campo, espero que ele pense no time e não em seus objetivos pessoais, porque a estrela é o time, não apenas um jogador", disse.