<
>

Palmeiras: Leila Pereira esfria desejo da torcida por camisa 9 e manda recado: 'Não vou quebrar o clube'

play
Presidente do Palmeiras, Leila Pereira responde sobre busca por 'camisa 9': 'Eu não acredito no bom e barato' (1:10)

Presidente do Palmeiras, Leila Pereira respondeu torcedores nesta quarta-feira (1:10)

Presidente eleita diz que vai investir em reforços desde que eles atendam a realidade financeira do clube


Leila Pereira usou a entrevista coletiva desta quarta-feira (5) para mandar um recado a quem acredita que o Palmeiras pagará valores surreais em busca de um novo camisa 9.

Ao lado do diretor de futebol Anderson Barros, a presidente eleita disse não acreditar na política do "bom e barato", usada pelo clube em outras épocas, mas disse que não vai "quebrar" o clube apenas para contratar um medalhão.

"Os valores são inviáveis. Não vou sacrificar o Palmeiras para pagar um valor incompatível com a realidade brasileira. Quando digo isso não é que não vou investir. Vou investir sempre. Não acredito no bom e barato, vocês lembram desta frase e o que aconteceu no passado? Futebol é investimento alto. Temos de ser os mais assertivos possíveis. E vou tentar isso de forma correta e responsável", afirmou a dirigente.

"Estamos fazendo mudanças no elenco, em busca de novos atletas, mas sempre com responsabilidade. Vou ser bem clara: não vou quebrar o Palmeiras. Enquanto eu for presidente do Palmeiras isto não vai acontecer", garantiu Leila, que atuou os últimos anos como patrocinadora principal do clube, pela Crefisa.

play
3:36

'Não vou quebrar o Palmeiras': Leila Pereira manda forte recado aos torcedores que pedem contratações nas redes sociais

Presidente do Palmeiras, Leila Pereira respondeu torcedores nesta quarta-feira

O Palmeiras já fechou as contratações do goleiro Marcelo Lomba, do meia Eduard Atuesta e do atacante Rafael Navarro, além de encaminhar o acerto com o volante Jailson. A busca agora é por um zagueiro canhoto e um atacante de referência que chegue para ser titular.

A procura por nomes para a camisa 9 esbarra em situações econômicas. O clube chegou a oferecer US$ 12,5 milhões (R$ 71 milhões) por Valentín Castellanos, do New York FC, mas o time americano só aceita conversar a partir de US$ 15 milhões (R$ 85 milhões).

Além de Castellanos, foram sondados Yuri Alberto (Internacional), Kaio Jorge (Juventus), João Pedro (Cagliari) e até Edinson Cavani (Manchester United), mas não houve acordo com ninguém. A busca pelo futuro dono da camisa 9 continua.