<
>

Com situação indefinida no Grêmio, estafe de Borja conversa com dois clubes por possível retorno à Colômbia; Fluminense observa

Borja está fora dos planos do Palmeiras, tem situação indefinida no Grêmio e vê Fluminense de olho em seu futebol para 2022


Os próximos dias prometem ser agitados para o atacante Miguel Borja e seus empresários.

Segundo apurou o ESPN.com.br, há uma série de situações envolvendo o nome do atleta de 28 anos, que, no momento, está emprestado pelo Palmeiras ao Grêmio até o final de 2022.

De acordo com diversas fontes ouvidas pela reportagem, o Imortal tem interesse em segurar Borja para a disputa da Série B. No entanto, o clube gaúcho adota tom pessimista, já que o artilheiro é um jogador caro, e mantê-lo no elenco em um ano de corte de despesas será difícil.

Já é certo que o Grêmio não exercerá a preferência de compra que tinha no contrato com o Verdão, e também não há interesse do Alviverde em ter o retorno do atleta, pois ele está fora dos planos da comissão técnica de Abel Ferreira, apesar de ter contrato até 2023 no Palestra Itália.

Uma resolução entre os clubes deve ser alcançada nos próximos dias, mas já é certo que o time de Porto Alegre não comprará o jogador. As chances de aproveitamento do atleta no Palmeiras também são mínimas.

Enquanto isso, o Fluminense observa o andamento das conversas, já que estuda ter Borja como reforço para a disputa da Conmebol Libertadores na próxima temporada. A informação é do repórter Cícero Mello, dos canais esportivos do grupo Disney.

A equipe das Laranjeiras ainda não fez qualquer proposta, mas vê o estrangeiro como um nome interessante para reforçar o elenco em 2022.

No exterior também há interesse em ter o atleta da seleção colombiana.

De acordo com apuração da reportagem, há conversas iniciais entre o estafe de Borja e dois clubes colombianos, ambos já defendidos pelo atleta durante sua carreira: Junior Barranquilla e Atlético Nacional.

No momento, as tratativas ainda são preliminares, não havendo ofertas ou propostas de parte alguma. Todavia, um retorno do atacante ao futebol de seu país natal não pode ser descartado.

Borja vem sendo emprestado sucessivamente pelo Palmeiras desde 2019, passando duas vezes pelo Junior e depois indo para o Grêmio em agosto deste ano.

Em 20 partidas pelo Imortal, o centroavante fez 5 gols e deu 3 assistências, mas não conseguiu impedir a queda do Tricolor para a Série B.