<
>

Cicinho diz que São Paulo vive clima tenso e estranho: 'Não é certo que o Rogério Ceni vá ficar'

Ídolo do São Paulo, Cicinho criticou a equipe do São Paulo, afirmando que a temporada foi uma vergonha, mas defendeu Rogério Ceni


O São Paulo venceu o Juventude por 3 a 1, nesta segunda-feira (6), e garantiu a permanência na Série A de 2022. No entanto, o clube vive um período de crise pela temporada ruim.

Após o apito final, os torcedores chamaram a equipe de 'time sem vergonha'. Durante o Arena SBT, o lateral campeão do mundo em 2005 afirmou que a equipe não inspira o torcedor. Além disso, afirmou que o clube vive um ambiente tenso e que não há certeza da continuidade de Rogério Ceni.

“Não digo que é sem vergonha, mas é um time que não inspira, não agrada seu torcedor. Uma competição onde você tem uma quantidade vasta de posições para chegar na Conmebol Libertadores, que é o lugar em que o São Paulo tem que lutar, o São Paulo quase não ir para a Sul-Americana é uma vergonha”, afirmou Cicinho, que completou.

“Eu manteria, até porque o Rogério tem a identificação com o São Paulo. Ele precisa de peças. Falei com uma pessoa do Morumbi, que me falou que o clima está muito tenso, está estranho não é certo que o Rogério vá ficar. Tudo vai depender do último jogo e daquilo que a diretoria vai prometer. Porque saiu um comentário de que o time deve dez meses de direitos de imagem. Mas isso não pode influenciar dentro de campo, é uma vergonha”, finalizou.

O São Paulo chegou a 48 pontos e ocupa a 13ª colocação. Apesar de ainda ter chance de ir para a Conmebol Libertadores, o Tricolor precisa vencer o América-MG e contar com uma combinação de resultados.