<
>

Nino e Gabriel Teixeira só devem retornar ao Fluminense em 2022

O Fluminense só tem mais dois jogos antes de encerrar a temporada. Neste domingo, o Tricolor visita o Bahia e, na próxima quinta-feira, recebe a Chapecoense, ambos os jogos pelo Campeonato Brasileiro. Assim, com só mais uma semana de bola rolando em 2021, alguns atletas entregues ao departamento médico só devem voltar no ano que vem.

Esses são os casos de Nino e Gabriel Teixeira, para citar apenas os que mais frequentemente aparecem entre os titulares do técnico Marcão.

O zagueiro Nino está afastado desde a partida contra o América Mineiro devido a uma lesão muscular na coxa esquerda. Ele ficou de fora das duas últimas partidas, contra Internacional e Atlético-MG.

Já o caso de Gabriel Teixeira é mais complicado. O meia-atacante teve seguidas lesões nesta reta final da temporada e a que mais incomodou foi na coxa esquerda. Depois de ficar ausente por algumas rodadas, ele retornou ao time, mas voltou a sentir o problema no local.

Outro que tem chance de não aparecer mais em campo em 2021 é o atacante John Kennedy, também devido a um problema muscular.

Engordam esta lista dois atletas que estão fora de ação por mais tempo, Paulo Henrique Ganso e Hudson. A dupla segue se recuperando de cirurgias e foca na preparação para a pré-temporada em janeiro. Ganso operou o braço e Hudson o joelho.