<
>

Cuca revela 'segredo' que fez Atlético-MG superar 'calendário absurdo' e conquistar o título brasileiro

play
Atlético-MG campeão! Cuca diz o que fez diferença no seu trabalho: 'Jogadores são os fiscais do dia a dia' (1:39)

Técnico concedeu entrevista exclusiva à ESPN | Assista ao SportsCenter ao vivo pela ESPN no Star+ (1:39)

Um dia após confirmação do título do Brasileirão, Cuca revelou o segredo para o Atlético conseguir superar o calendário ‘absurdo’ do país


50 anos depois, o torcedor do Atlético-MG pode soltar o grito de campeão do Campeonato Brasileiro. E um dos grandes personagens da conquista foi o técnico Cuca, contratado no início da temporada.

Em participação no Sportscenter desta sexta-feira (3), com transmissão pela ESPN no Star+, o comandante falou da superação que passou na temporada com as críticas nas primeiras semanas.

“Deu tudo certo, é natural. Os jogadores sabem, são os fiscais do dia a dia, dos jogos. Então, eles veem quando tem uma coerência, cada um sabe com o que e pelo que luta. Eu luto por essa posição com tal jogadores. Quando a gente consegue empregar isso ao trabalho, as coisas tendem a sair bem. A aceitação passa a ser maior e a gente só dá sequência. Isso requer paciência”, disse.

“No começo, o pessoal não teve muita paciência com o resultado um pouco mais imediato do que é o normal, teve uma certa cobrança. Mas foi coisa passageira, com um mês de trabalho as coisas já estavam alinhadas e vem todo esse processo que a gente pôs em prática”, completou.

O treinador ainda comentou da dificuldade que a equipe passou ao longo da temporada com o calendário ‘absurdo’, apontando o caminho que a equipe ativou para conseguir superar isso.

“Esse calendário transpôs tudo que é ideia que um treinador pode ter, da preparação física, da fisiologia. Nós jogamos 75 partidas e ainda tem mais por jogar. É um absurdo, não tem quem aguente. Você tem que variar sistemas de jogo, você não consegue jogar com a mesma intensidade no domingo e na quarta. Então, tinha jogos que tínhamos um time mais paciente, outros que a gente estava mais firme no começo ou em uma segunda parte”, afirmou.

“Isso tudo a gente foi alinhando, nos fortalecendo nas ideias. Por isso nos tornamos uma equipe tão consistente, com a melhor defesa do campeonato, não tomamos mais de um gol por partida, passamos 14 jogos sem tomar gol em casa. É muita coisa. Não abrindo mão de peças durante a competição. Com esse calendário, foi um campeonato muito bem pensado que a gente fez”, finalizou.

Por fim, Cuca ainda falou sobre a final da Copa do Brasil como meta final da temporada para fechar um ‘ano mágico’ do Galo.

“Hoje, o pensamento nosso é de buscarmos essa final (de Copa do Brasil), conseguir mais esse título. Foi um ano mágico do Atlético, em que nós chegamos em todas as competições com chances de ganhar, até a Libertadores”, apontou.

“Você vê a forma como a gente caiu, com a melhor campanha e acabou sendo eliminado para o campeão. Então, a gente sai de uma competição pela porta da frente, e nas outras, temos uma final e ganhamos as outras duas. Isso mostra a força que nosso time teve, da força do elenco, muito bem montado”, acrescentou.