<
>

Projeto 'sedutor', mas um empecilho importante: o que pesa a favor e contra para Gallardo no Flamengo

Nome do treinador multicampeão com o River Plate ganhou força para assumir o comando do time rubro-negro


Depois de conquistar tudo no continente desde 2014 no River Plate, Marcelo Gallardo não decidiu se vai renovar com o clube argentino o contrato que se encerra em dezembro. Com essa indefinição, o nome do técnico ganha cada vez mais força interna no Flamengo.

Durante o SportsCenter desta terça-feira (30), o repórter Javier Gil Navarro, da ESPN Argentina, trouxe detalhes da situação do comandante dos Millonarios. E garantiu que Gallardo vai colocar na balança nos próximos meses os prós e os contras de virar técnico do Flamengo.

Cobiçado também pela seleção do Uruguai, Gallardo vai decidir nos próximos dias o seu futuro. De acordo com a apuração de Javier Gil Navarro, os dirigentes do River entendem que Gallardo considera o Flamengo um clube sedutor para assumir em 2022.

No entanto, esse fator positivo não é completamente suficiente para Gallardo aceitar uma oferta do Flamengo. A boa condição rubro-negra será colocada na balança para uma decisão. E pesa contra o time carioca a identificação de Gallardo com o River. O comandante não vê com bons olhos a chance de cruzar com os Millonarios em uma eventual Conmebol Libertadores o que pode atrapalhar em uma negociação.

Gallardo é o nome preferido da diretoria do Flamengo desde janeiro de 2019, ano em que Rodolfo Landim assumiu a presidência do clube. O treinador agrada todas as alas da direção rubro-negra e é considerado um nome de peso para preencher a lacuna deixada por Jorge Jesus.

Na época em que ganhou força no Ninho, Gallardo não se via fora do River Plate e fez com que o Flamengo fosse atrás de Abel Braga. Depois disso, Jorge Jesus foi o escolhido e derrotou Gallardo na final da Libertadores de 2019.

Só que a saída do Mister, em julho de 2020, colocou o Flamengo numa verdadeira fogueira para achar um novo técnico. Domènec Torrent, Rogério Ceni e Renato Gaúcho foram contratados, mas saíram sem deixar saudade.

No sábado (4 de dezembro), o Flamengo terá eleições presidente. Rodolfo Landim é o favorito a uma reeleição. E se ganhar, começa já no dia seguinte a caça a um nome para assumir o comando da equipe.