<
>

Mundial: poderoso Chelsea, 'sonho' do Flamengo, destaque da Copa de 2014 e mais: os possíveis adversários do Palmeiras

play
Jorginho elogia Palmeiras e projeta possível final do Mundial: 'Precisamos jogar para ganhar e respeitar muito' (0:45)

Meia ítalo-brasileiro do Chelsea falou sobre a possível partida entre Palmeiras e Chelsea no Mundial (0:45)

Mundial de Clubes da Fifa, que terá Palmeiras e Chelsea, será realizado nos Emirados Árabes Unidos entre 3 e 12 de fevereiro de 2022


Nesta segunda-feira, a Fifa sorteou as chaves do Mundial de Clubes de 2021, que será disputado entre 3 e 12 de fevereiro de 2022, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

O torneio reunirá sete equipes. São elas: Palmeiras, Chelsea, Al-Jazira, Al Ahly, Monterrey, Auckland City e Al Hilal.

Veja abaixo a análise de cada equipe que disputará o torneio:

Palmeiras

Atual bicampeão da Copa Libertadores, o time treinado por Abel Ferreira chega para o torneio tentando a conquista e buscando um desempenho melhor, já que em 2020 caiu na semifinal para o Tigres e perdeu a decisão do 3º lugar para o Al Ahly, nos pênaltis.

Na defesa, o goleiro Weverton e o zagueiro Gustavo Gómez são os principais pilares do Verdão. No meio-campo, Danilo chega credenciado pela grande decisão de Libertadores feita, e Raphael Veiga é o cérebro do time, tendo protagonismo e poder de decisão durante toda a temporada.

Chelsea

O poderoso time inglês chega ao torneio buscando o inédito título, já que em 2012 perdeu a decisão para o Corinthians.

A equipe treinada por Thomas Tuchel é a atual líder da Premier League e tem em Romelu Lukaku o principal nome. O belga tem quatro gols em 12 jogos na atual temporada.

Os Blues ainda contam com dois brasileiros no elenco. O zagueiro Thiago Silva e volante Jorginho, naturalizado italiano.

Monterrey

A equipe mexicana é a atual campeã da Concacaf e chega para o Mundial de Clubes buscando a façanha de ir à final do torneio pela primeira vez.

Os Rayados têm alguns nomes conhecidos. Rogelio Funes Mori, revelado pelo River Plate, é o maior artilheiro da história do clube. No ataque, a equipe treinada por Javier Aguirre também conta no ataque com Joel Campbell, destaque da surpreendente Costa Rica na Copa do Mundo de 2014.

O Monterrey tem cinco conquistas da Concacaf e pode enfrentar o Palmeiras na semifinal.

Al Ahly

O clube do Egito é figurinha carimbada no Mundial de Clubes. Maior campeão da Liga dos Campeões da África com 10 títulos, os egípcios estiveram no caminho do Palmeiras em 2020 e venceram a decisão do 3º lugar nos pênaltis.

A equipe treinada por Pitso Mosimane tem no atacante Percy Tau o principal nome. O jogador sul-africano chegou ao Al Ahly em agosto pelo valor de 1,8 milhão de euros e proveniente do Brighton, clube que disputa a Premier League. Em seis jogos até aqui tem cinco gols anotados e é o artilheiro dos egípcios na temporada.

play
0:45

Jorginho elogia Palmeiras e projeta possível final do Mundial: 'Precisamos jogar para ganhar e respeitar muito'

Meia ítalo-brasileiro do Chelsea falou sobre a possível partida entre Palmeiras e Chelsea no Mundial

Al-Jazira

Atual campeão dos Emirados, o Al-Jazira está no Mundial de Clubes por ser do país-sede. Em 2021, será a segunda participação do clube na competição.

Em 2017, ficou em lugar ao perder para o Pachuca na decisão do bronze. Naquele certame, o Real Madrid ficou com o título ao superar o Grêmio.

A equipe treinada pelo holandês Marcel Keizer conta com dois brasileiros no elenco e ambos são titulares. O ponta-esquerda João Victor, que teve passagem pela base do Palmeiras, e Bruno, que deixou a base do Novorizontino rumo ao clube árabe.

O destaque, no entanto, é o atacante Ali Mabkhout. O jogador de 31 anos lidera a tabela de artilharia e de assistências do Al-Jazira na temporada, com quatro bolas nas redes e quatro passes dados para gol.

Al Hilal

Atual campeão da Liga dos Campeões da Ásia ao vencer o Pohang Steelers na decisão, o Al Hilal chega para sua segunda participação no Mundial de Clubes. A primeira foi em 2019, quando esteve no caminho do Flamengo.

A equipe treinada pelo português Leonardo Jardim tem algumas figuras conhecidas que já passaram pelo futebol europeu. O pilar dos árabes está na forte dupla de ataque formada pelo francês Gomis e por Marega, ex-Porto.

O técnico luso, inclusive, foi 'sonho' do Flamengo antes de fechar, em 2020, com Domènec Torrent.

No meio, Matheus Pereira, brasileiro naturalizado português, é o garçom na temporada, com cinco assistências.

Outro conhecido é Gustavo Cuellar. O ex-volante do Flamengo está no Al Hilal desde 2019.

Auckland City

Por fim, o representante da Oceania. O clube da Nova Zelândia foi o time escolhido pela OFC (Confederação de Futebol da Oceania) para representar o continente na competição.

O maior campeão da Nova Zelândia com oito títulos chega para a disputa de seu 11º Mundial. A melhor colocação foi o lugar na edição de 2014.

Treinado pelo ingles José Figueira, a equipe da Oceania tem no centroavante Angus Kilkolly o principal jogador. Na temporada, lidera a tabela de artilheiros do clube com 18 bolas na rede.

play
0:45

Jorginho elogia Palmeiras e projeta possível final do Mundial: 'Precisamos jogar para ganhar e respeitar muito'

Meia ítalo-brasileiro do Chelsea falou sobre a possível partida entre Palmeiras e Chelsea no Mundial

As chaves estão montadas da seguinte forma:

1ª FASE

JOGO 1
Al-Jazira (EAU) x Auckland City (NZL)

2ª FASE

JOGO 2
Al-Ahly (EGI) X Monterrey (MEX)

JOGO 3
Al-Hilal (SAU) X Vencedor do JOGO 1

SEMIFINAIS

JOGO 4
Palmeiras (BRA) X Vencedor do JOGO 2

JOGO 5
Vencedor do JOGO 3 X Chelsea (ING)

FINAL

JOGO 6
Vencedor do JOGO 4 X Vencedor do JOGO 5