<
>

Brasileirão: São Paulo vence o Sport, chega aos 'mágicos' 45 pontos e vê ameaça de rebaixamento distante

Time de Rogério Ceni venceu por 2 a 0 em casa, chegou aos 45 pontos e praticamente deu adeus ao rebaixamento


Jogando no Morumbi, o São Paulo venceu o Sport por 1 a 0 pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, com gols de Calleri e Gabriel Sara. Com o triunfo, o Tricolor praticamente deu adeus à possibilidade de rebaixamento.

Na primeira etapa, a falta de capricho e as grandes defesas foram responsáveis pelo 0 a 0. De um lado, Mailson evitava a derrota do Sport. Do outro, Tiago Volpi, quando exigido, salvou o São Paulo.

Mas, na etapa final, Calleri calibrou o pé e ajudou a dar a vitória ao Tricolor. Após cobrança de falta de Benítez, pedido da torcida na saída para o intervalo, o argentino escorou para as redes.

Aos 34 da etapa final, os comandados por Rogério Ceni 'mataram' o jogo. Gabriel Sara recebeu de Marquinhos, finalizou e fez o segundo.

Situação do campeonato

Com este resultado, o São Paulo vai aos 45 pontos, sobe para a 12ª colocação do Brasileirão, chegando ao 'número mágico' e evitando o risco de queda à Série B.

O Sport segue na vice-lanterna, em 19º, com 33 pontos e vê cada vez mais próxima a queda para a segunda divisão.

O cara: Calleri

O argentino mais uma vez foi decisivo para o Tricolor. Após sete jogos, o atacante voltou a marcar, ajudou a construir a vitória do clube paulista, que chegou aos 'mágicos' 45 pontos, eliminando a chance de rebaixamento.

Próximos jogos

O São Paulo volta a jogar na próxima quinta-feira (2), fora de casa, contra o Grêmio, às 20h.

Já o Sport, na sexta (3), recebe o Flamengo, às 20h.

Ficha técnica

São Paulo 2 x 0 Sport

GOLS: Calleri e Gabriel Sara (São Paulo)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Miranda, Arboleda e Reinaldo; Rodrigo Nestor, Igor Gomes, Gabriel Sara (Bruno Alves) e Vitor Bueno (Benítez); Calleri (Marquinhos) e Rigoni (Juan). Técnico: Rogério Ceni

SPORT: Mailson; Ewerton, Rafael Thyere, Sabino e Sander; Zé Welison, Marcão Silva e Hernanes (Paulinho Moccelin); Everton Felipe, Gustavo Oliveira (Luciano Juba) e Mikael. Técnico: Gustavo Florentín