<
>

Andrés diz que Flamengo não terá hegemonia, fala que 'conta vai chegar' e ironiza: 'Se não vender jogador, vai explodir'

Ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez não desperdiçou a chance de dar cutucada no Flamengo sobre possível hegemonia


Andrés Sanchez sempre foi marcado por dar fortes entrevistas e não ter papas na língua. E na última, é claro, não foi diferente.

Em entrevista ao canal Camisa 21, no Youtube, o ex-presidente do Corinthians voltou a falar sobre o Flamengo. E deu uma cutucada nos cariocas.

De acordo com Andrés, o clube, atual campeão brasileiro e finalista da Conmebol Libertadores, não construirá uma hegemonia no país. E foi além: para o ex-presidente do Corinthians, se o Flamengo não vender jogador, a "conta vai chegar".

"Flamengo não é o mais bilionário? Se não ganhar a Libertadores, não ganhou nada. Brasileirão está fora, Copa do Brasil caiu. Campeonato Carioca não conta. Campeonato Paulista é diferente, tem quatro grandes. Carioca tem 4 no nome, mas na teoria (sic) tem um grande", afirmou Andrés.

"Imagina (se vão ter hegemonia). Em 2000, o São Paulo ia dominar. Dominou? Depois, Corinthians ia dominar tudo, não domina. Cruzeiro, eu falei, vai custar caro, nego tirou sarro, 'tá com inveja'. Olha lá. Aguarde (a conta vai chegar). Não tem segredo. O ano que não vender jogador, vai explodir. Ano passado vendeu R$ 300 milhões e ficou com R$ 80 milhões em déficit", disparou.

Questionado sobre a final da Conmebol Libertadores entre Palmeiras e Flamengo, que o FOX Sports e a ESPN pelo Star+ transmitem, Andrés descartou uma união com os cariocas.

"Vou nem assistir. Quero nem saber quem vai ganhar. Tanto faz. Muda nada. Meu mau humor já foi quando foram para final. Mas não sofro mais não", finalizou.