<
>

Felipe Melo revela maior surpresa que teve no Palmeiras e diz: 'Tive certeza de que se precisasse sair na mão pelo clube de novo, eu sairia'

Volante do clube paulista escreveu carta aberta à torcida às vésperas da decisão da Libertadores contra o Flamengo


Com contrato até dezembro deste, Felipe Melo segue com futuro indefinido no Palmeiras. As conversas sobre o destino do volante com a nova gestão do clube devem acontecer após a final da Conmebol Libertadores neste sábado (27) diante do Flamengo.

O fã do esporte acompanha a decisão da Conmebol Libertadores entre Palmeiras e Flamengo, neste sábado (27), às 17h, com transmissão ao vivo e com exclusividade na TV fechada no FOX Sports e pela ESPN no Star+.

Em uma carta aberta aos torcedores publicada pelo UOL nesta quinta-feira (25), o volante lembrou do período em que foi afastado pelo técnico Cuca por indisciplina, em 2017, e disse que, para sua surpresa, foi na volta ao time, que percebeu o quanto era querido pelos torcedores palmeirenses.

''Eu não esperava que a torcida ia me receber daquele jeito quando voltei. Até então, nunca tinha ganhado título pelo Palmeiras. Na hora que me levanto do banco, o Pacaembu vem abaixo, as pessoas comemorando como se fosse gol. Aquilo que foi um marco. Ali tive certeza de que se precisasse sair na mão pelo clube de novo, eu sairia. Porque vi que era querido pelo torcedor, e isso faz muita diferença quando você vai para campo'', disse o jogador.

Na carta, Felipe Melo fala sobre a briga na vitória do Palmeiras de virada sobre o Peñarol por 3 a 2, na Libertadores daquele ano, que terminou em pancadaria. Após o fim da partida, Matías Mier, atacante do time urugaio, foi para cima do camisa 30, que respondeu acertando um soco no adversário.

''Daquela questão com o Peñarol, eu, primeiro de tudo, me lembro com muitos detalhes, foi um erro muito grande, grotesco, da minha parte. Fui mal-interpretado, mas isso só aconteceu porque eu me expressei mal, poderia ter falado de outra forma. Mas eu não iniciei briga. E eles usaram aquela declaração minha como já usaram com outros clubes, disse o atleta se referindo a frase dita por ele ''Se tiver que dar tapa na cara de uruguaio, vou dar''.

Em cinco temporadas com a camisa alviverde, o volante, que também já atuou como zagueiro, conquistou quatro títulos: Campeonato Brasileiro, em 2018, Libertadores, Copa do Brasil e Campeonato Paulista, em 2020.