<
>

Libertadores: Palmeirense de família flamenguista sai do Amapá para ver final e promete tatuagem de Abel

Breno Oliveira chegou a Montevidéu acompanhado de quatro familiares, todos flamenguistas, mas espera final feliz na decisão marcada para sábado, no Estádio Centenário


A decisão da Conmebol Libertadores de sábado (27), entre Palmeiras e Flamengo, é um prato cheio para histórias entre amigos e familiares que torcem para os dois finalistas. Mas é difícil encontrar alguém como Breno Oliveira, que vive praticamente rodeado de rubro-negros em sua própria casa.

Breno é palmeirense, vive no Amapá e chegou a Montevidéu na segunda-feira passada (22), ao lado de mais quatro familiares. Entre eles, seus dois irmãos, Cristian e Albert, ambos torcedores do Flamengo.

"Todo mundo [da família] é flamenguista, só eu de palmeirense. Todo mundo me sacaneando, espero que no sábado eu possa dar o troco", brincou o torcedor alviverde, que viajou muito pelo sonho de ver o time tricampeão da América.

A família Oliveira saiu do Amapá e viajou até Porto Alegre de avião. Depois, pegaram um carro e seguiram até o Uruguai. Todos estão com ingresso garantido para a decisão, mas só Breno tem uma promessa em caso de conquista.

"Se o Palmeiras ganhar, vou fazer uma tatuagem do Abel aqui atrás, nas costas. Será o símbolo do Palmeiras, Abel e Dudu... Espero que dê certo", conta o palmeirense, aos risos.

A bola rola no Estádio Centenário a partir das 17h (de Brasília), com transmissão ao vivo pelo FOX Sports e pela ESPN no Star+. Quem ficar com o título garantirá o tricampeonato sul-americano.

O Flamengo foi campeão em 1981 e 2019, enquanto o Palmeiras venceu em 1999 e 2020.