<
>

De Messi 'chocando' o mundo ao fim da fila da seleção: como futebol argentino reagiu em um ano após a morte de Maradona

play
Defensa y Justicia é campeão da Copa Sul-Americana e faz festa no vestiário com o troféu (0:14)

O Defensa y Justicia fez história, venceu o Lanús por 3 a 0, em Córdoba, na Argentina, e conquistou o título inédito, e invicto, da competição (0:14)

A morte de Diego Armando Maradona, um dos maiores jogadores da história, completa um ano nesta quinta-feira (25)


O dia 25 de novembro ficará para sempre na memória do povo argentino. Foi nesta data, em 2020, que Diego Armando Maradona deixou o plano físico e partiu para a eternidade.

De lá para cá, muita coisa se passou no futebol argentino. Pensando nisso, o ESPN.com.br resolveu listar os principais acontecimentos do esporte no país portenho nesse um ano em que o craque nos deixou.

As partidas do Campeonato Argentino você assiste AO VIVO com transmissão do FOX Sports e pela ESPN no Star+.

Boca vence a Copa Diego Maradona

Em 17 janeiro de 2021, pouco menos de dois meses da morte de Diego, o Boca Juniors, clube do coração do craque, venceu a Copa da Liga Profissional Argentina, rebatizada de Copa Diego Armando Maradona, em homenagem ao camisa 10.

Na decisão, os Xeneizes enfrentaram o Banfield. Cardona abriu o placar para o clube da Bombonera, mas Lollo, nos acréscimos, deixou tudo igual para o Taladro.

Nos pênaltis, vitória do Boca por 5 a 3, e festa para Maradona no Estádio San Juan del Bicentenario.

Defensa y Justicia brilhando no continente

Seis dias depois da conquista do Boca, no dia 23 de janeiro, o Defensa y Justicia fazia história no continente e conquistava a Copa Sul-Americana.

play
0:14

Defensa y Justicia é campeão da Copa Sul-Americana e faz festa no vestiário com o troféu

O Defensa y Justicia fez história, venceu o Lanús por 3 a 0, em Córdoba, na Argentina, e conquistou o título inédito, e invicto, da competição

Na decisão contra o Lanús, no Estádio Mario Kempes, em Córdoba, os comandados por Hernán Crespo venceram por 3 a 0, gols de Adonis Frías, Braian Romero e Washington Camacho, e conquistaram o primeiro troféu internacional de sua história.

Defensa fazendo história em cima de brasileiro

Pouco menos de três meses depois, no dia 14 de abril, o Defensa voltaria a escrever seu nome na América do Sul. Dessa vez, a vítima seria o Palmeiras.

Na decisão da Recopa Sul-Americana, vitória Alviverde em Florencio Varela por 2 a 1. Na volta, no Mané Garrincha, em Brasília, o troco dos argentinos, agora comandados por Sebastián Beccacece, já que Hernán Crespo havia acertado com o São Paulo. Vitória por 2 a 1 do Halcón e decisão nos pênaltis.

Na marca da cal, melhor para os argentinos, que venceram por 4 a 3 e conquistaram o segundo título de sua história, o segundo internacional.

Colón escrevendo página inédita na Argentina

Um feito inédito aconteceu no Campeonato Argentino em junho. No dia 4, o Colón, tradicional equipe da província de Santa Fe, conquistava o primeiro título argentino de sua história.

Após uma campanha impecável na fase de grupos, liderando a chave A com 25 pontos, o Sabalero eliminou o Talleres, nas quartas, e o Independiente, na semifinal. Na decisão, encarou o Racing.

Comandado por Pulga Rodríguez, a equipe de Eduardo Domínguez fez 3 a 0 na segunda etapa, com gols de Aliendro, Bernardi e Castro, e conquistou o primeiro grande título de sua história de 116 anos.

Argentina saindo da fila

No dia 10 de julho de 2021, a Argentina, finalmente, saiu da fila de 28 anos sem títulos. Diante do Brasil no Maracanã, os comandandos por Lionel Scaloni venceram por 1 a 0, gol de Di María, e conquistaram a Copa América.

Foi o primeiro título de Lionel Messi com a camisa principal da Albiceleste em sua carreira.

play
0:37

Emocionante! O áudio enviado por Messi a apresentador da ESPN logo após o título da Copa América

Camisa 10 da seleção argentina falou sobre a sensação de ser campeão e seus próximos passos após a conquista

Messi deixando o Barcelona

No dia 10 de agosto, um mês depois à conquista da Copa América pela Argentina, uma mudança chocou o mundo do futebol. Lionel Messi trocava o Barcelona pelo PSG.

play
2:26

Messi diz adeus ao Barcelona, chora e revela: 'Prometi aos meus filhos que vamos voltar'

Ídolo do Barça se despediu oficialmente do clube neste domingo

Pelo clube catalão, foram 21 anos, sendo o maior artilheiro (672 gols), com o maior número de jogos (778), maior número de vitórias (542), maior número de títulos (35) e maior número de gols em competições internacionais (128).

River virtual campeão argentino

Ainda não aconteceu, mas está na iminência. No dia de um ano do falecimento de Maradona, o River Plate pode se sagrar campeão argentino. Com 49 pontos em 21 jogos, os Millonarios precisam apenas de um empate contra o Racing, em casa, para confirmar mais uma taça da competição. O clube do Monumental de Núñez é o maior campeão argentino, com 36 conquistas.

Esse é o único troféu que Marcelo Gallardo ainda não possui como treinador do clube.