<
>

A um ano da Copa do Mundo, o que falta ser definido? Veja como está a briga em cada continente

Copa do Mundo do Catar terá início daqui a exatamente um ano, e 19 vagas ainda estão indefinidas


Estamos exatamente a um ano do início da Copa do Mundo do Catar. Faltando 365 dias para a bola rolar para e edição de 2022 do torneio mais famoso do futebol, veja o que falta a ser definido em cada continente.

Até o momento, conhecemos apenas 13 dos 32 participantes. Além do anfitrião Catar, já estão classificados dois representantes da América do Sul (Brasil e Argentina) e dez da Europa (Sérvia, Espanha, Suíça, França, Bélgica, Dinamarca, Holanda, Croácia, Inglaterra e Alemanha).

África (5 vagas)

Vagas definidas até o momento: 0

A última Data Fifa determinou todos os dez classificados para a terceira e última fase das eliminatórias. Haverá cinco duelos com jogos de ida e volta em março de 2022 que irão definir os representantes africanos - os duelos irão ocorrer após a próxima edição da Copa Africana de Nações, que será realizada entre janeiro e fevereiro. Os times estão separados em dois potes, e o sorteio dos confrontos irá ocorrer em 18 de dezembro.

  • Pote 1: Senegal, Marrocos, Tunísia, Argélia e Nigéria

  • Pote 2: Egito, Camarões, Gana, Mali e República Democrática do Congo

Dos times do pote 1, somente a Argélia não esteve no Mundial passado - o Egito foi o outro representante africano na Rússia. Os argelinos chegam à fase final das eliminatórias com uma longa invencibilidade e como campeões africanos de 2019. A República Democrática do Congo tentará retornar ao Mundial após ter participado pela última e única vez em 1974, quando o país ainda se chamava Zaire. Mali é a única possibilidade de estreante africano na Copa.

América do Sul (4,5 vagas)

Vagas definidas até o momento: 2

Enquanto Brasil e Argentina já se garantiram no Catar após a disputa de 14 das 18 rodadas das eliminatórias da Conmebol (ambas as seleções ainda têm um jogo a menos a ser disputado entre elas), as duas vagas diretas e a vaga à repescagem seguem em aberto para as quatro jornadas finais. É verdade que a classificação do Equador (23 pontos) e a eliminação da Venezuela (sete) estão próximas, mas a situação é bem indefinida para Colômbia (17), Peru (17), Chile (16), Uruguai (16), Bolívia (15) e Paraguai (13).

Em relação aos representantes do continente no Mundial passado, o Equador vai tomando o posto do Uruguai, enquanto a seleção peruana estaria repetindo a ida à repescagem intercontinental.

As últimas quatro rodadas serão disputadas em duas Datas Fifas (fim de janeiro/começo de fevereiro e fim de março).

América Central e do Norte (3,5 vagas)

Vagas definidas até o momento: 0

O octogonal final ainda não tem nada resolvido após a disputa de oito das 14 rodadas. De qualquer forma, Canadá (16 pontos), Estados Unidos (15), México (14) e Panamá (14) já se distanciaram na briga pelas três vagas diretas e pela quarta colocação que leva à repescagem. Costa Rica (nove), Jamaica (sete), El Salvador (seis) e Honduras (três) completam a disputa.

Chama atenção a excelente campanha do Canadá, que não disputa a fase final das eliminatórias da Concacaf desde 1998, não vai ao Mundial desde 1986 e está invicto até o momento - nesta semana, a seleção conseguiu sua primeira vitória contra os mexicanos em 21 anos. Por outro lado, os costarriquenhos estão ficando de fora após duas participações seguidas em Copas, com destaque para as quartas de final em 2014.

As últimas seis rodadas serão disputadas em duas Datas Fifas (fim de janeiro/começo de fevereiro e fim de março).

Ásia (4,5 vagas)

Vagas definidas até o momento: 0

Após a disputa de seis das dez rodadas da terceira e última fase das eliminatórias, a única definição é que o Vietnã, zerado no grupo B, tem no máximo a chance de ir à repescagem. Na mesma chave, Arábia Saudita (16 pontos), Japão (12) e Austrália (11) despontam na disputa pelas duas vagas diretas a outra na repescagem. Omã (sete) e China (cinco) aparecem logo atrás.

Já no grupo A, Irã (16) e Coreia do Sul (14) caminham com folga em direção ao Catar. A disputa na repescagem está acirrada entre Emirados Árabes Unidos (seis), Líbano (cinco), Iraque (quatro) e Síria (dois).

Vale lembrar que os classificados diretamente de momento – Irã, Coreia do Sul, Arábia Saudita e Japão – estiveram no Mundial da Rússia, enquanto que a Austrália se classificou ao bater Honduras na repescagem.

As últimas quatro rodadas serão disputadas em duas Datas Fifas (fim de janeiro/começo de fevereiro e fim de março). Os dois terceiros colocados irão se enfrentar em um playoff continental com jogos de ida e volta em maio ou junho. O vencedor se classifica para a repescagem intercontinental.

Europa (13 vagas)

Vagas definidas até o momento: 10

Os campeões de cada uma das dez chaves se classificaram diretamente ao Mundial, enquanto que os segundos colocados vão à segunda fase ao lado de Áustria e República Tcheca, que se classificaram por conta de seus respectivos desempenhos na Liga das Nações.

Os últimos três classificados ao Mundial serão os campeões de cada um de três 'minitorneios', que contam com quatro equipes cada. Os times se enfrentam em semifinal e final em jogo único. Cada minitorneio é composto por dois duelos entre seleções do pote 1 contra seleções do pote 2.

As equipes estão distribuídas da seguinte forma:

  • Pote 1: Portugal, Escócia, Itália, Rússia, Suécia e País de Gales

  • Pote 2: Turquia, Polônia, Macedônia do Norte, Ucrânia, Áustria e República Tcheca

Dessa forma, Itália e Portugal não podem se enfrentar em uma semifinal do minitorneio, mas poderiam jogar na decisão caso caiam na mesma chave.

O sorteio irá ocorrer nesta sexta-feira (26), e os jogos dos playoffs serão disputados no fim de março de 2022. A Macedônia do Norte é a única possibilidade de um estreante europeu na próxima Copa do Mundo.

Oceania (0,5 vaga)

Vagas definidas até o momento: 0

Esta é definitivamente a história mais curiosa das eliminatórias, uma vez que a competição da Oceania sequer começou. Depois de adiamentos por conta da pandemia de COVID-19, é provável que o torneio ocorra em março para que se defina qual seleção irá disputar a repescagem intercontinental em junho.

A princípio, as eliminatórias seriam disputadas com as 11 seleções da confederação divididas em dois grupos baseado em suas posições no ranking da Fifa. Os dois melhores de cada grupo iriam adiante com semifinais e final sendo disputadas em jogo de ida e volta.

Porém, segue ainda o mistério de como será definido o representante da Oceania na repescagem.

Repescagem

Um representante da Oceania, um da Ásia, um da América do Sul e um da América Central/América do Norte irão para esta fase. O sorteio para definir qual continente enfrenta qual será realizado na próxima sexta-feira. Os dois duelos da repescagem irão acontecer em jogo único e campo neutro, diferentemente das edições anteriores, em que havia partidas de ida e volta.