<
>

Abel reclama de arbitragem, diz por que saiu antes do fim do jogo e defende Luiz Adriano

Técnico do Palmeiras, Abel Ferreira criticou as 'faltinhas' marcadas para o São Paulo no clássico e falou sobre a situação do atacante Luiz Adriano


A 10 dias de disputar a final da Conmebol Libertadores contra o Flamengo, no Uruguai, o Palmeiras enfrentou o São Paulo com time alternativo nesta quarta-feira (17), no Allianz Parque, e acabou perdendo para o rival por 2 a 0 pelo Campeonato Brasileiro.

Em entrevista coletiva, o técnico Abel Ferreira reprovou a arbitragem do clássico e disse que Marcelo de Lima Henrique marcou várias ‘faltinhas’ para o São Paulo durante a partida.

“Ao contrário do último jogo [2 a 1 contra o Fluminense], não gostei nada daquilo que vi. E foi em detalhes, foi naquelas faltinhas, sempre para o mesmo lado. Não gostei”.

Segundo Abel, a arbitragem foi justamente o motivo de ele ter deixado o campo antes mesmo do apito final.

“Eu estou pendurado e hoje saí para não levar amarelo. Eu saí para não ser expulso e para estar com meus jogadores no próximo jogo. Para não ser expulso e não levar amarelo, porque estou pendurado. Por isso eu abandonei o campo”.

Apoio a Luiz Adriano

Na coletiva, Abel Ferreira também falou sobre a situação de Luiz Adriano. Pressionado, o camisa 10 foi titular, mas passou em branco e foi muito vaiado ao ser substituído por Rony durante o segundo tempo.

“Estamos todos juntos em todos os momentos, e não é momento de abandonar ninguém. Estamos todos juntos. No final, tomamos as decisões que tivermos que tomar. Até o fim, estamos todos juntos”.

Terceiro colocado do Brasileirão, o Palmeiras ainda enfrenta Fortaleza e Atlético-MG nos dias 20 e 23 antes de encarar o Flamengo na grande final da Conmebol Libertadores, no dia 27 de novembro, com transmissão ao vivo pelo Fox Sports e pela ESPN no Star+.