<
>

Português escolhido pelo Flamengo para substituir Jorge Jesus abre o jogo sobre recusa: 'Era perigoso'

Carlos Carvalhal foi a primeira opção do Flamengo para substituir Jorge Jesus, mas recusou oferta por medo da pandemia


Antes de fechar com Domènec Torrent, o Flamengo tinha eleito um compatriota de Jorge Jesus como seu sucessor no comando do clube. Durante as viagens para a Europa, dirigentes do clube chegaram a conversar com Carlos Carvalhal.

Na época, o comandante tinha encerrado seu trabalho no Rio Ave e estava sem clube. Ainda assim, a proposta foi recusada. Agora, em entrevista à Sky Sports, Carvalhal revelou o motivo que o fez negar o convite.

“A minha mulher, o meu filho e a minha filha disseram todos o mesmo. Estávamos no meio de uma pandemia, era perigoso porque ninguém sabia o que ia acontecer. Foi então que decidi que não podia ir para o Brasil”, disse.

Pouco depois, o treinador assinou com o Braga, seguindo no Campeonato Português, chegando a enfrentar e vencer o seu quase antecessor Jorge Jesus em partidas pelo Benfica.

O Campeonato Português é uma das atrações com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

Desde a sua recusa, o Flamengo teve outros três treinadores. O primeiro foi Domènec Torrent, que foi substituído por Rogério Ceni em novembro. Atualmente, a equipe é comandada por Renato Gaúcho.