<
>

Palmeiras ou Flamengo já conhecem mais um rival para o Mundial de Clubes

Monterrey venceu o América por 1 a 0 e conquistou o título da Liga dos Campeões da Concacaf, garantindo vaga no Mundial de Clubes da Fifa


Potencia no futebol mexicano, o Monterrey está novamente classificado para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa. Os Rayados venceram o América por 1 a 0 na noite da última quinta-feira (28) e conquistaram o título Liga dos Campeões da Concacaf, o segundo em três anos.

O único gol da partida foi marcado por Rogelio Funes Mori, logo aos 8 minutos da partida após uma falha bizarra do zagueiro Sebastián Cáceres. A partida ainda ficou marcada pela revisão de um pênalti para a equipe do técnico Santiago Solari já nos acréscimos do segundo tempo, mas que não foi anotado após auxilio do VAR.

Com a conquista da chamada ConcaChampions, o Monterrey garante vaga na disputa de mais um Mundial de Clubes da Fifa, que terá pela 16ª vez consecutiva um representante do futebol mexicano. A última vez que a competição não contou com um time da Liga MX foi em 2005, quando o Saprissa, da Costa Rica, venceu a final da Concacaf.

Com isso, os Rayados se juntarão mais uma vez à elite de clubes campeões para o Mundial, que terá sua edição 2021 realizada no início de 2022, por conta dos ajustes de calendários após a retomada do futebol pela pandemia da COVID-19.

A Fifa anunciou na última semana que o Mundial de Clubes 2021 será realizado nos Emirados Árabes Unidos. Ainda não há uma data certa para o evento, mas, segundo a mídia europeia, a competição deve ocorrer em janeiro ou fevereiro de 2022.

Nos últimos meses, houve muita demora da entidade que rege o futebol mundial para definir o local do certame, depois que o Japão desistiu de organizá-lo. Países como África do Sul e Brasil se ofereceram como sedes, mas a Fifa descartou ambos, preferindo os Emirados Árabes.

A competição terá um brasileiro, já que Palmeiras e Flamengo disputam a final da Conmebol Libertadores em 27 de novembro, no Estádio Centenário de Montevidéu, no Uruguai, com transmissão AO VIVO no FOX Sports e também pela ESPN no Star+.

O representante da Europa será o Chelsea, da Inglaterra, que ganhou a última edição da Uefa Champions League. A África também tem seu representante definido: o tradicional Al-Ahly, do Egito.

Na Ásia, a final da AFC Champions será entre Al-Hilal, da Arábia Saudita, e Pohang Steelers, da Coreia do Sul. Na Oceania, um representante ainda será escolhido pela Confederação local.

O atual campeão do mundo é o Bayern de Munique, da Alemanha, que venceu o Tigres, do México, na final da edição 2020.