<
>

Milan divulga balanço com saldo positivo de R$ 646 milhões e traça meta ousada para o futuro

play
Atacante do Milan, Rafael Leão posta vídeo dançando no vestiário do clube e se diverte; veja (0:21)

Via @iamrafaeleao93 I O próximo compromisso do time é contra a Roma neste domingo (31) pelo Campeonato Italiano; Assista ao melhor da Série A pela ESPN no Star+ (0:21)

Jornal Gazzetta dello Sport aponta que o Milan pretende investir na contrução do novo estádio, nas categorias de base e nas renovações de suas principais peças


Os acionistas do Milan aprovaram nesta quarta-feira (27), um balanço com saldo positivo de R$ 646 milhões.

Diante deste cenário, a diretoria rossonera traçou três metas ousadas para o futuro. Isto porque o fundo Elliott, recebido com ceticismo pelos fãs, já investiu pesadamente e continuará investindo.

O principal objetivo é a construção do novo estádio, em parceria com a Inter de Milão. E de acordo com o jornal Gazetta dello Sport, a expectativa é que as obras comecem em breve. Na última terça-feira (26), os dois times tiveram uma reunião positiva com Giuseppe Sala, prefeito de Milão, eestão determinados a trabalhar juntos na construção de um estádio em que consigam sustentar financeiramente.

A segunda meta é investir nas categorias de base e buscar novos talentos, além de se esforçar para manter Ibrahimovic. Para isso, a diretoria não pretende fazer ''loucuras'' na próxima janela de transferências.

Por fim, o clube já começou a trabalhar para proteger as suas figuras principais e avança com as renovações de contrato de dois jogadores importantes: Franck Kessié e Alessio Romagnoli. O objetivo aqui é evitar ao máximo que atletas saiam a custo zero, assim como aconteceu com Donnarumma e Calhanoglu.

Líder do Campeonato Italiano, o Milan volta a campo no domingo (31) para visitar a Roma, às 16h45 (de Brasília), com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.