<
>

Joia do Flamengo que sofreu trombose após três cirurgias teme pelo fim da carreira e estuda botar clube na Justiça

O meia-atacante Gustavo Damazio não entrou em campo desde que chegou ao Flamengo, em 2020, e passou por três cirurgias no joelho esquerdo no período


Uma das promessas das categorias de base do Flamengo vive um período de angústia no último ano e meio. O meia-atacante Gustavo Damazio chegou ao Rubro-Negro em fevereiro de 2020, mas nunca atuou pelo clube por conta de seguidas lesões no joelho esquerdo.

Segundo o jornal O Dia, o jogador teme encerrar sua carreira no futebol por conta das contusões. Além disso, ele estuda entrar na Justiça contra o Flamengo por entender que foi prejudicado na condução de seu tratamento pelo departamento médico.

Destaque do Serra-ES na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020, Gustavo Damzio chegou ao Flamengo em fevereiro, mas lesionou o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo num treino, antes mesmo de estrear com a camisa rubro-negra.

Após a cirurgia para corrigir a lesão no LCA, o meia-atacante de 20 anos teve trombose e artrofibrose no local e precisou passar por uma atrtoscopia.

Em recuperação do segundo procedimento, Damazio foi liberado para treinar e fazer a transição para o campo, mas rompeu o ligamento colateral do mesmo joelho e precisou passar por mais uma cirurgia, a terceira desde que chegou ao Flamengo.

Ainda segundo o jornal, o meia-atacante está realizando trabalhos para ganhar massa muscular. No entanto, ele tem notado 'frouxidão' no joelho operado e teme precisar encerrar a carreira por conta das lesões recorrentes.

O departamento médico do Flamengo tem sido criticado por conta da condução de algumas lesões recentes, principalmente com o atacante Pedro, que jogou lesionado e acabou agravando uma contusão no joelho direito no último fim de semana.