<
>

Real Madrid: Benzema fala de Cristiano Ronaldo e diz por que jogava 'a serviço' do astro português no clube

Atacante francês jogou durante nove temporadas ao lado de Cristiano Ronaldo no Real Madrid


Artilheiro isolado do Real Madrid na temporada com 11 gols em 11 jogos, o atacante Karim Benzema prova dia após dia que vem dando conta do recado no clube espanhol desde o adeus de Cristiano Ronaldo. Neste domingo (24), ele é umas principais esperanças do Merengue para o El Clásico contra o Barcelona, às 11h15, no Camp Nou, por LaLiga, com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

Começou! Até meia-noite de domingo (24) tem Star+ Acesso Livre. Muito esporte AO VIVO, séries e filmes. Clique aqui e aproveite de graça toda a programação.

Contratado pelo clube espanhol na temporada 2009/10, o atacante francês chegou ao Santiago Bernabéu junto do astro português. Na época, ele era apenas um mero coadjuvante, que foi contratado após se destacar pelo Lyon, enquanto Ronaldo a principal estrela.

Em entrevista exclusiva aos correspondentes internacionais da ESPN Moises Llorens, Sam Marsden, Rodrigo Fáez e Julien Laurens, o camisa 9 do Real Madrid lembrou do período em que dividiu vestiário com Cristiano Ronaldo, que foi para a Juventus em 2018. Benzema admitiu inclusive que, na época, de fato jogava a serviço do português.

"Quando você joga com um cara [como o Ronaldo] que fez 50 ou 60 gols por temporada, claro, você está joga a serviço do time, mas você joga a serviço do jogador também porque ele é alguém que marcou muito. Tive que me adaptar, me adaptei", disse.

Desde que Cristiano Ronaldo disse adeus à Espanha, Benzema vem melhorando os seus números no Real Madrid. Entre as temporadas 2009/10 a 2017/18, quando jogou com o português, o francês disputou 412 jogos, marcou 192 gols e deu 88 assistências. Sua média de gols era de 0,46 por partida.

A partir da temporada 2018/19 até aqui, sua média de gols subiu para 1,6 gols por jogo. Isso em 158 partidas, com 98 bolas na rede e 38 assistências.

Estes números ajudam o camisa 9 a mostrar cada vez mais o seu valor no Real Madrid. E desde a sua chegada ao Bernabéu, assim como CR7, ele vem atingindo marcas expressivas. Na Champions League, por exemplo, ele é o segundo maior artilheiro da história do clube, atrás apenas do português, com 73 gols. Ronaldo tem 136.

Em relação ao El Clásico deste domingo, o francês disse que estranha o fato de nem Cristiano Ronaldo, nem Lionel Messi, dois dos principais ícones da rivalidade entre Barça e Real, estejam em campo no Camp Nou, pela rodada 10.

"[É estranho que nenhum dos dois esteja mais envolvido no El Clásico], mas antes deles, também havia Zidane, havia Ronaldinho, Ronaldo, Samuel Eto'o", finalizou.

Por último, se tratando do maior clássico do futebol espanhol, o francês também tem fama de carrasco: em 36 jogos, são 10 gols marcados. No último El Clásico, disputado em Madri, em abril deste ano, ele guardou o seu na vitória por 2 a 1 sobre o Barça.