<
>

Salah diz que podem escolher dono da Bola de Ouro como quiserem, mas deixa claro: 'Tento me convencer que sou o melhor'

Destaque do Liverpool, Mohamed Salah diz se ver sempre na disputa pelo prêmio de melhor do mundo


12 gols em 11 jogos. O início de temporada de Mohamed Salah impressiona a muitos, que já o colocam na disputa pelo prêmio de melhor do mundo. Neste domingo (24), às 12h30 (de Brasília), contra o Manchester United, o craque do Liverpool terá mais uma chance de mostrar seu bom futebol, com transmissão pela ESPN no Star+.

Começou! Até meia noite de domingo (24) tem Star+ Acesso Livre. Muito esporte AO VIVO, séries e filmes. Clique aqui e aproveite de graça toda a programação.

Em entrevista, o egípcio admitiu que sempre se vê na disputa pela premiação, mesmo sem se colocar como o melhor do mundo.

“Não posso dizer isso. Sempre vão ter opiniões entre pessoas que concordam com você, ou discordam. Mas na minha cabeça, sempre tento me convencer de que eu sou o melhor jogador. Não estou dizendo que eu sou. Mas eu sempre me coloco lá. As pessoas podem escolher quem quiserem”, avaliou.

Salah ainda falou sobre o clássico contra o Manchester United, falando sobre o astral bom dos Red Devils após vitória na Champions League, além de exaltar a rivalidade.

“É um dos maiores clássicos da Inglaterra e do mundo. Como eu sempre digo, jogos grandes são ótimos, você precisa dar tudo e estar focado. O time inteiro precisa jogar junto, como um coletivo, não individualmente. Nós estamos em um bom momento, eles estão também em um bom momento. Nós só precisamos chegar lá e jogar o nosso jogo”, afirmou.

“Na Champions League, eles estão em 1º lugar e estão mais confiantes, porque na última partida (contra o Atalanta) eles estavam perdendo por 2 a 0 e viraram. E é um clássico, como no Derby com o Everton, eles sempre chegam com tudo, independentemente do lugar da tabela”, disse.

“Se o Manchester está acima ou abaixo, se o Liverpool está mais para cima ou para baixo, cada um sempre vai dar tudo de si. Esse é um jogo especial, não é uma partida qualquer”, finalizou.