<
>

São Paulo pagará mais a Crespo em multa do que recebeu pelo título paulista

play
Ceni festeja volta ao São Paulo, exalta o 'excepcional' Crespo e quer vitória contra o Ceará: 'Vamos com alma e coração' (2:25)

Ceni ainda deu detalhes da conversa com o presidente Julio Casares para o acerto | Assista ao SportsCenter pela ESPN no Star+ (2:25)

São Paulo pagará a Crespo cerca de R$ 4,1 milhões por conta da rescisão contratual. Mais do que os R$ 3,5 milhões que recebeu pelo título paulista.


Hernán Crespo não é mais o treinador do São Paulo desde a última quarta-feira (13). Mesmo sob críticas externas, o comandante argentino foi mandado embora do cargo, dando lugar a Rogério Ceni.

E o argentino não sairá de ‘mãos abanando’ na negociação. Segundo informações do site GE, o treinador receberá 750 mil dólares (cerca de R$ 4,1 milhões na cotação atual) pela rescisão.

O valor deve ser parcelado para ser pago nos próximos meses, como ocorreu com os casos de Hernanes e Daniel Alves. O contrato de Crespo previa que esse valor cairia gradativamente, caso ele seguisse no cargo.

Caso o fim do vínculo se desse em 2022, a multa passaria a ser de 500 mil euros (cerca de R$ 2,7 milhões). Seu contrato era válido até dezembro do próximo ano.

O fato curioso nesses valores, porém, é que o valor pago pelo São Paulo ao comandante argentino é inferior ao que o clube recebeu na conquista do título do Campeonato Paulista (R$ 3,5 milhões).

Nesta sexta-feira (15), Crespo esteve no CT da Barra Funda, onde se despediu do elenco são paulino, dos funcionários e ainda posou para foto com seu sucessor, Rogério Ceni, lhe desejando sorte nas redes sociais.