<
>

Técnico da Bélgica diz que Copa do Mundo a cada dois anos desrespeita história de Pelé e Maradona; entenda

Plano da Fifa é que Copa do Mundo passe a acontecer a cada dois anos, ao invés de quatro


O técnico da Bélgica, Roberto Martínez, disse ser contrário à ideia da Fifa de passar a organizar a Copa do Mundo a cada dois anos.

Em entrevista coletiva, o espanhol afirmou que o calendário de jogos de seleções precisa, sim, ser revisto. No entanto, ele discordou que transformar o Mundial em uma competição mais frequente seja a solução.

Assista aos jogos de Premier League, LaLiga, Campeonato Italiano e Campeonato Francês com transmissão AO VIVO pela ESPN no Star+

Além disso, Martínez argumentou que a mudança seria um desrespeito à história de lendas do futebol mundial como Pelé e Diego Armando Maradona, que só tiveram a chance de disputar Copas a cada quatro anos.

"A proposta (de mudar a periodicidade da Copa do Mundo) chega com a intenção de mudar o calendário internacional do futebol, e isso é algo que deve ser feito. Nós temos que ajudar essa geração de jogadores para que as coisas sejam melhores para eles", iniciou.

"É claro que algumas coisas têm que mudar, e todos devem ser responsáveis por essas mudanças. Todo mundo vai ter que ceder em algum ponto. Não são só os clubes que terão que ceder, ou só as seleções. Será uma via de mão dupla", observou.

"No entanto, não estou tão certo de que a solução seja disputar a Copa do Mundo a cada dois anos. Por mais prestigiosa que a Copa seja, ela não deve ser desvalorizada. E, com Copa do Mundo, Eurocopa e Nations League, já há torneios o bastante", seguiu.

"Antigamente, o fato de disputar três ou quatro Copas do Mundo na carreira era um feito excepcional. E eu não gostaria de ver os recordes conquistados na história de jogadores como Pelé ou Diego Maradona serem desvalorizados, porque agora os atletas poderão disputar o dobro de Copas", argumentou.

"Então, para a Copa do Mundo manter seus glamour e seu prestígio intactos, não deve ser jogada a cada dois ou três anos", complementou.

No momento, os próximos Mundiais previstos são o de 2022, no Catar, e o de 2026, em Estados Unidos, Canadá e México.

Vale lembrar que, para 2026, já haverá uma grande mudança, com o torneio sendo ampliado de 32 para 48 seleções.