<
>

Atlético-MG: Após sair do banco e conduzir a virada, Nacho classifica vitória como 'especial'

Contra o Santos, Nacho Fernández saiu do banco e comandou a virada do Galo com dois gols e uma assistência


O Atlético-MG quase tomou um susto contra o Santos na noite desta quarta-feira. Jogando em casa, a equipe perdia por 1 a 0 até os 24 minutos do segundo tempo, quando Nacho Fernández saiu do banco e iniciou a virada por 3 a 1.

Após a partida, o meia argentino analisou a partida diante do Peixe pelo Campeonato Brasileiro e destacou o poder de reação do Galo.

”Foi uma partida difícil e especial. Comecei no banco, mas entrei no segundo tempo. O mais importante é que ganhamos. O mérito é da equipe que não perdeu a paciência quando estava atrás e pudemos virar”, disse o jogador ao Sportv na saída do gramado.

Nacho comandou a virada do Atlético com dois gols e uma assistência no segundo tempo. Ele marcou o primeiro cobrando pênalti e fez o terceiro em rebote de penalidade máxima defendida por João Paulo. No segundo tento, o argentino cobrou falta na cabeça de Nathan Silva, que virou o jogo.

Com a vitória por 3 a 1 sobre o Santos, o Atlético-MG se mantém na liderança isolada do Brasileirão com 56 pontos, 11 a à frente do segundo colocado Flamengo, que venceu o Juventude no Maracanã nesta quarta-feira.

Tentando manter a larga vantagem na ponta da tabela, o Galo volta a campo neste domingo (17), às 18h15 (de Brasília), quando visita o Atlético-GO.