<
>

'Mbappé ficou chateado por uns dias': Giroud abre o jogo sobre 'conversa entre adultos' na França

play
No treino do PSG, Mbappé salta e emenda finalização de letra de primeira para 'derrubar tudo' (0:09)

Via Instagram @psg | PSG volta a campo contra o Angers nesta sexta, às 16h (de Brasília), com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+ (0:09)

Durante a preparação para a Euro 2020, em junho, uma reclamação de Giroud não repercutiu bem com Mbappé


Uma das favoritas na Euro 2020, a França fez campanha decepcionante no torneio continental. A atual seleção campeã do mundo não empolgou na fase de grupos e foi eliminada nas oitavas de final, nos pênaltis, para a Suíça. Na ocasião, a equipe francesa vencia por 3 a 1, mas deixou a vitória escapar nos acréscimos.

Uma das histórias da França na campanha foi uma rusga entre os atacantes Olivier Giroud e Kylian Mbappé na preparação para a Euro. Após vitória por 3 a 0 sobre a Bulgária em amistoso, o centroavante do Milan reclamou que recebeu poucos passes na partida (apesar de ter marcado dois gols), o que foi recebido como uma crítica pelo craque do Paris Saint-Germain.

Em entrevista ao jornal inglês The Guardian, Giroud minimizou o incidente, mas disse que Mbappé ficou chateado pelas declarações do centroavante, à época no Chelsea.

"Ele ficou um pouco chateado por alguns dias apesar de eu ter explicado que não estava apontando o dedo para ele. Eu não tive a intenção de ser duro com ninguém. Eu tinha acabado de responder a uma pergunta em que o jornalista me disse após o jogo: 'você foi muito discreto, mas marcou dois gols".

"É sempre como se estivessem tentando me irritar. Eu só respondi: ' talvez pudéssemos nos ter encontrado de outra forma'. É isso. A mídia tentou aumentar e dizer que estragou o clima no time, mas tivemos uma conversa entre adultos e isso não foi um problema".

Giroud também falou sobre a eliminação para a Suíça nas oitavas de final e disse que a seleção francesa deixou a vitória escapar por falta de concentração.

"Realmente queríamos vencer, especialmente depois de perder a final da Euro 2016 em casa para Portugal, o que foi muito doloroso. Tínhamos o melhor time no papel. Faltou um pouco de cabeça fria contra a Suíça".

"Quando você está ganhando de 3 a 1 com 10 minutos para o final, não pode ceder dois gols e perder nos pênaltis. Mas essa é a beleza do futebol, todos podem superar o melhor time do mundo. Nada é escrito na véspera", completou o centroavante".

Contra a Suíça, após empate por 3 a 3, a França foi eliminada justamente com Mbappé perdendo o pênalti decisivo. A campeã da Euro 2020 acabou sendo a Itália, que venceu a Inglaterra na decisão, também nas penalidades.