<
>

Eliminatórias: com gol de Isla, Chile vence o Paraguai, dá fim a 'jejum' e respira na disputa

play
'Se formos falar de futebol de seleção brasileira, as pessoas vão chorar ou bocejar', dispara Birner (2:26)

Desempenho da seleção brasileira nas eliminatórias é assunto no Linha de Passe | CLIQUE AQUI e assista ao Linha de Passe AO VIVO pela ESPN no Star+ (2:26)

Jogando em casa, o Chile voltou a vencer após sete jogos nas eliminatórias e respirou na briga por uma vaga na Copa do Mundo de 2022 no Catar.


Foi com emoção. Neste domingo (10), no Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, o Chile voltou a vencer após um longo período nas eliminatórias sul-americanas. Com gols de Brereton e do lateral do Flamengo Mauricio Isla, os chilenos venceram o Paraguai por 2 a 0 e respiraram na briga por uma vaga na Copa do Mundo.

No primeiro tempo, o grande nome do jogo foi o goleiro paraguaio Antony Silva. Aos 38 minutos, em lances seguidos, o camisa 1 fez duas defesas espetaculares.

Na primeira, o goleiro impediu gol contra após cobrança de escanteio, mandando de novo para a linha de fundo, e depois defendeu cabeçada do zagueiro chileno Paulo Díaz, que beijaria o fundo das redes se não fosse o milagre do paraguaio.

Os visitantes, por sua vez, não tiveram uma finalização sequer na primeira etapa.

Na volta do intervalo, o jogo esquentou de vez e os donos da casa enfim inauguraram o marcador. Aos 22 minutos, Isla deu assistência para Brereton, que estufou as redes sem piedade e fez o 1 a 0.

Quatro minutos mais tarde, o lateral rubro-negro voltou a aparecer no jogo e ampliou para La Roja. Isla recebeu de Alexis Sánchez, finalizou de fora da área e marcou um belo gol em Santiago, levando os torcedores chilenos à loucura.

Aos 28, Aránguiz recebeu o segundo cartão amarelo no jogo, após deixar o braço no rosto de Romero, e foi expulso de jogo, deixando o Chile com menos um em campo até o fim.

Aos 44, quem levou vermelho foi Alderete, lateral do Paraguai, que também foi mais cedo para o chuveiro.

Com a vitória, o Chile venceu o seu segundo jogo nas eliminatórias e voltou a vencer após uma sequência negativa de sete partidas seguidas sem um triunfo sequer.

O Paraguai, por sua vez, voltou a perder após três jogos na disputa e não sabe o que é vencer há duas rodadas.

Situação do campeonato

Com a vitória, o Chile foi a 10 pontos e ocupa o 8º lugar na tabela das eliminatórias. A distância para a Colômbia, quinta colocada no momento, é de cinco pontos. Vale lembrar que esta colocação leva apenas à repescagem, uma vez que apenas os quatro primeiros asseguram vaga direta para o Mundial do Catar.

Já o Paraguai, segue em 6º, com 12 pontos, a três pontos do 5º colocado e a quatro do 4º.

O cara: Mauricio Isla

O lateral chileno foi o grande destaque do jogo, uma vez que contribuiu diretamente para a vitória, com uma assistência e um gol, no segundo tempo.

Próximos jogos

O Chile volta a campo pelas eliminatórias na próxima quinta-feira (14), às 21h, contra a Venezuela. Os chilenos jogarão novamente em casa, também no Estádio San Carlos de Apoquindo, pela rodada 12.

No mesmo dia, às 17h, o Paraguai jogará novamente como visitante e encara a Bolívia, na altitude da capital La Paz, pela mesma rodada.

Ficha técnica

Chile 2 x 0 Paraguai

GOLS: Chile: Brereton (68') e Isla (72')

CHILE: Claudio Bravo; Isla, Maripán, Paulo Díaz (Enzo Roco) e Sebastián Vegas; Aránguiz, Pulgar, Arturo Vidal e Luis Jiménez (Meneses); Alexis Sánchez (Marcelino Núñez) e Brereton. Técnico: Martín Lasarte.

PARAGUAI: Antony Silva; Robert Rojas (Juan Escobar), Gustavo Gómez, Alderete e Arzamendia; Lucan, Morel (Richard Sánchez), Ángel Romero (Óscar Cardozo), Hernán Pérez (Kaku) e Miguel Almirón; Carlos González (Sanabria). Técnico: Eduardo Berizzo.