<
>

Athletico vence Peñarol mais uma vez e confirma primeira final brasileira da história da Sul-Americana

O Athletico-PR é finalista da Copa Sul-Americana. Depois de vencer na ida, a equipe recebeu o Peñarol na Arena da Baixada nesta quinta-feira (30) e saiu com a vitória por 2 a 0, graças a gols de Nikão e Pedro Rocha.

Na ida, a equipe paranaense venceu por 2 a 1, no Uruguai, conquistando o direito de poder empatar ou perder por 1 a 0 em sua casa. Os gols foram marcados por Terans e Pedro Rocha, para os brasileiros, e Martínez, para os uruguaios.

Mas o time aurinegro partiu para cima. Com cinco minutos, após cochilada da defesa brasileira, Facundo Torres recebeu cruzamento na pequena área, mas chutou de primeira para fora, desperdiçando grande chance.

Apesar da pressão, quem marcou foi o Furacão. Em contra-ataque, Erick tocou na entrada da área para Nikão, que ajeitou para a perna esquerda e fuzilou a bola no cantinho.

Pouco depois, a arbitragem assinalou penalidade, que ainda passou por longa verificação do VAR até ser confirmada. Ceppellini foi para a cobrança, mas bateu mal no meio do gol, e Santos fez a defesa com facilidade.

Já na segunda etapa, Nikão recebeu lançamento, ajeitou a bola para Pedro Rocha e o atacante teve o faro de chutar firme para ampliar o marcador.

Agora, o Athletico espera até o dia 20 de novembro, quando, no estádio Centenário de Montevidéu, enfrentará o Red Bull Bragantino na grande decisão da competição.

O craque do jogo: Santos

Destaque na primeira partida pelas defesas, o goleiro foi menos requisitado na partida, mas defendeu a cobrança de pênalti que poderia começar a mudar a história da disputa.

Foram mal: Torres e Ceppellini

Se Santos foi herói pela defesa, a dupla do Peñarol pode ser considerada vilã pelas chances perdidas. Enquanto um desperdiçou chute na cara do gol, outro bateu mal a penalidade.

Próximos jogos

O foco dos dois times, agora, passa a ser seus campeonatos nacionais. O Peñarol jogará contra o Montevideo Wanderers no final de semana, enquanto o Athletico encara o Flamengo.

Ficha técnica

Athletico-PR 2 x 0 Peñarol

GOLS: Nikão e Pedro Rocha (CAP)

ATHLETICO-PR: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo (Nicolas); Marcinho, Richard (Fasson), Erick (Cittadini), Abner e Nikão; Terans (Pedro Rocha) e Bissoli (Kayzer). Técnico: Paulo Autuori

PEÑAROL: Dawson; Giovanni González, Carlos Rodríguez, Kagelmacher e Juan Ramos (Valentín Rodríguez); Trindade, Gargano e Ceppellini (Nahuelpán); Canobbio (Alonso), Álvarez Martínez (Gaitán) e Facundo Torres (Laquintana). Técnico: Mauricio Larriera