<
>

Champions League: como números explicam disparidade do duelo entre Real Madrid e Sheriff na fase de grupos

Após estrear com o pé direito na fase de grupos da Champions League, derrotando a Inter de Milão por 1 a 0 em pleno Giuseppe Meazza, o Real Madrid disputa nesta terça-feira (28) a sua primeira partida como mandante na atual edição e recebe o Sheriff Tiraspol, da Moldávia, no Santiago Bernabéu, pelo grupo D. E o duelo é marcado por uma notável disparidade entre os dois clubes.

O Real Madrid volta a campo por LaLiga no próximo domingo (3), fora de casa, contra o Espanyol, às 11h15, com transmissão AO VIVO pela ESPN no Star+. Ainda não é assinante? Clique aqui para mais informações.

Maior vencedor da Liga dos Campeões com 13 títulos, o Real encara um estreante, que tem um investimento muito menor que o dos espanhóis, e busca sua primeira conquista. Através do números, é possível explicar por que tanta diferença entre os dois rivais nesta terça.

A começar pelo valor do plantel do Real Madrid, que é 64 vezes mais caro que o do Sheriff: 793,5 milhões de euros (R$ 4,9 bilhões nas cifras atuais) dos espanhóis, contra "apenas" 12,38 milhões de euros (R$ 77,3 milhões) dos moldavos.

A nível de investimento em reforços para a temporada 2021/22, a diferença também é grande. Apesar de ter contratado David Alaba sem custos, o Real trouxe o meio-campista Eduardo Cavaminga junto ao Rennes por 31 milhões de euros (R$ 193,7 milhões), já no apagar das luzes na janela de transferência.

O Sheriff, por sua vez, trouxe a maioria dos seus reforços a custo zero. O goleiro grego Georgios Athanasiadis foi a única contratação pela qual o clube pagou, desembolsando 250 mil euros (R$ 1,5 milhão de euros) junto ao AEK Atenas pelo seu empréstimo.

Ainda em relação ao pjogador mais caro do plantel, o clube madrilenho também supera com sobras o Sheriff. Segundo o site especializado "Transfermarkt", o volante Casemiro é o mais valioso do elenco do Real Madrid, com valor de mercado na casa dos 70 milhões de euros (R$ 437,5 milhões). Já o dos moldavos, é o atacante Frank Castañeda, de 27 anos, que vale 1 milhão de euros (R$ 6,25 milhões).

Por enquanto, o Sheriff é quem lidera o grupo D da Champions League com três pontos e melhor saldo de gols que o do Real Madrid, que é o segundo colocado com mesma pontuação. Em caso de vitória dos visitantes, a equipe poderá disparar na liderança da chave. Se o vencedor forem os espanhóis, aí é a equipe do técnico Carlo Ancelotti que assumirá a ponta de forma isolada.